Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2009

Minha estrela maior!

Maria Odete nasceu em Cruz Alta, no Rio Grande do Sul, aos 28 dias de Fevereiro de 1941. Piscina típica. Esposa dedica, dona de casa prestimosa e mãe. Ah... Mãe maravilhosa! Ela é minha estrela maior, meu céu, meu mar, meu guru e porto seguro. Muito me orgulha tê-la ao meu lado, sempre!

Hoje eu sei que a casa dos Araújos está em festa desde o amanhecer. Pois lá brilha uma luz forte e intensa, capaz de guiar os mais alucinados ou desesperados. É sob as asas dessa mulher que já passou muita gente, já abrigou amigos (e até os menos quistos), vizinhos e parentes. Quem a conhece e já conviveu com ela, sabe de sua benevolência, mas também de sua ira.

Só o que sei é que sinto falta dessa mulher diariamente. E hoje, mais do que nunca, gostaria de ter estado ao seu lado, para neste amanhecer ter corrido até sua cama, ainda com remela no rosto, abraçado forte e ter dito: Feliz Aniversário Mamãe. Amo-te!





Meu Bem, Meu Mal
Caetano Veloso
Você é meu caminho Meu vinho, meu vício Desde o início estava voc…

in journal...

Tudo de novo!

Para alguns, o calendário de 2009 começou no dia 1º janeiro. Não, dia 2, pois o primeiro do ano é feriado. Para outros o ano começa efetivamente agora, depois do carnaval. Acredito nessa segunda alternativa, pois embora também aprecie os dias de Folia de Momo, os setores produtivos reduzem suas atividades a quase nada. Os departamentos não têm expediente em sua maioria, os órgãos públicos fazem recesso, assim como os bancos, principalmente. Ou seja, por cinco noites e quatro dias e meio, mesmo que o feriado seja apenas na terça-feira de carnaval, a cidade, o estado, o país pára.
Para os que trabalham arduamente isso é uma injustiça, assim como para os comerciantes também. Porém, no Congresso Nacional por exemplo, o trabalho só recomeça na próxima semana. Os políticos na cidade satélite reforçam a tradição brasileira de que o ano só começa depois do carnaval. Os parlamentares retornam na semana que vem, na verdade, alguns até anteciparam o “recesso” e já não foram encontrad…

Amor pra cachorro

Jussara Pickert não precisou de livro ou filme para aprender que o amor incondicional pode vir de várias maneiras, inclusive dos animais

Amor pra cachorro é o nome de uma comédia que trata sobre a busca do amor, que, claro, tem como ator coadjuvante um cãozinho. Mas a vida de Jussara Stradiotto Pickert e sua família se assemelha com outra história não ficcional: Marley e Eu. Eles já tiveram passarinho, peixe, gato e cães ao mesmo tempo. Mas agora os cachorros dominam a casa. Melhor, dominam o lar, porque a casa é só da Yasmina, uma labradora de seis anos de idade, que assim como na vida do escritor John Grogan e sua esposa, o amor acontece também ao lado de um cão.
Desde que os filhos eram pequenos, Jussara e Eurico (já falecido) sempre tiveram animais em casa. Aos dois anos de Ingrid, a filha mais velha, veio o primeiro cachorro. Depois, uma infinidade deles - todos adotados da rua - acompanharam o nascimento e o crescimento também de Juliana e Gustavo. “Nós gostamos demais de todos os…

Bobiou, dançou!

Todo mundo que já cresceu tem várias brincadeiras de infância, que vira e mexe dá vontade de trazer a tona. Aquelas outras da juventude também. Os jogos e palhaçadas de adolescentes na praia então? Ai, que diliça!
Pois essa patota aí de cima não tem vergonha de reviver nada disso. Tem momentos que a gente deixa de lado a maturidade e volta a gozar a vida como antigamente, mas só com um pouco, talvez um pouco de malandragem. Diria até que uma possível esperteza.
Tá, tá, tudo bem! Para quem está com uma rolhada na cara esperteza é o que menos constou no momento... Enfim, no Jogo do Dorminho, cochilou no ponto levou rolhada! O meu único alívio é saber que - mesmo sendo lesada em uma rolhada que me infligiram e outra injusta - fiquei em penúltimo lugar na brincadeira. Ufa! Nem sempre bobiei...

Mamãe, eu quero!

Já sabemquandoserá ocarnavalde2010? * * * Drurys mesmo foi ter que voltar a trabalhar depois de cinco dias de completo ostracismo, bebedeira, comilança, samba, brincadeiras e folia... Oh, shit!

Carnaval não tem idade...

Eles dançaram Macarena e Pe. Marcelo com a mesma empolgação Esse último Domingo (22) eu fui deliciar-me no Carnaval Infantil do Grêmio Floresta e também ver o Futebol das Bonecas. Me diverti horrores, mas muito mais no salão com os baixinhos do que assistindo ao futebol estilizado.
Ao pisar no piso superior do clube eu lembrei que meus pais levavam-me ao matiné de carnaval no Satélite Prontidão, em Porto Alegre, e lá rolava o tradicional concurso de fantasias. Eu, claro, tinha que participar, mas sempre fui tímida e na infância ainda mais (sim, eu disfarço muito bem, mas sou tímida sim). Em alguns anos eu chorava, em outros também, porque meus pais me deixavam na pista improvisada e voltavam para mesa a fim de continuar o "conversê". Fica de cara com isso e chorava, envergonhada, porque ficava uma porção de estranhos esperando que faria e sem nenhuma rosto conhecido para me ver e incentivar, eu ficava chateada e retraída. Lá vinha o beicinho então... Só fazia bonito quando fi…

Carnaval de Joaçaba 2009

Aliança é a campeã do Carnaval de Joaçaba
Com o enredo Minha Cultura, Sua Herança, Sou Negro, Sou Aliança! a escola levou o título
Título foi garantido no último quesito avaliado, Alegorias e Adereços - Raquel Heidrich Com o enredo "Minha Cultura, Sua Herança, Sou Negro, Sou Aliança!", assinado pelos carnavalescos Lola Heberle e Carlos Fett, a escola Aliança conquistou o título de Campeã do Carnaval 2009 em Joaçaba, no Meio-Oeste catarinense.
A disputa foi acirrada, mas sempre com a liderança da Aliança, que somou 399,3 pontos (a pontuação máxima era 400) — meio ponto a mais que a segunda colocada Vale Samba (398,8). O título foi garantido no último quesito avaliado, Alegorias e Adereços. Fonte: Diário Catarinense * * * mesmo sendo Vale Samba e ficando em segundo lugar, sou democrática. vai a notícia da vencedora igual. infelizmente não deu nem aqui, nem lá (Porto Alegre) onde sou Samba Puro. mas em 2010 tem mais, muito mais samba no pé...

Carnaval 2009

Imperadores é a campeã do Carnaval de Porto Alegre
Escola perdeu pontos apenas no quesito Mestre Sala e Porta Bandeira
Escola fez homenagem ao Inter - Foto de Daniel Manenco
Com nota dez de todos os jurados no último quesito, Alegorias, a Imperadores do Samba é a campeã do Carnaval de Porto Alegre, com 239,4 pontos. Em segundo lugar ficou a escola Império da Zona Norte, com 238,9. A Estado Maior da Restinga ficou em terceiro, com 238,8, seguida da Imperatriz Dona Leopoldina, com 238,7. E em quinto lugar, ficou a Bambas do Orgia, com 238,6.
Desde o desfile, a escola se firmou como uma das favoritas ao campeonato. Comemorando os 100 anos do Sport Club Internacional e seus próprios 50 anos de trajetória com o samba-enredo "150 anos de história. Vermelho e branco, uma só paixão", a escola agradou ao público e também à crítica apresentando 26 alas, cinco alegorias e dois mil componentes. Fonte Zero Hora.com

Meu "namorado"

Ele não é meu namorado, mas assim o chamarei aqui. Aliás, o codinome irônico usado por mim e pela Polly para as nossas 'pegadas' não cai bem para esse ser de quem irei falar. De quem desde sexta-feira tenho tido vontade de vir aqui falar, revelar, traço desse relacionamento efemêro, mas completamente satisfatório.
Eu estou feliz e ele também. E não digo sexualmente, embora nossa relação seja baseada nisso. Mesmo com a conversa inicial, às vezes íntima, às vezes artificial, a base do nosso contato é o sexo. Mas, cada palavra trocada, cada gesto de atenção, físico e de tesão vem sempre com muito carinho. E isso me toca demais. Me emociona e sensibiliza porque meu namorado está ali por mim. Como ele mesmo diz: pelo meu sorriso, minha risada, minhas gírias, minhas brigas, meu toque, meus porquês.
Sou eu e mais nada. Pacote fechado... Um embrulho pra presente completamente seguro e mimado. Assim é o que acontece entre a gente. Eu cedo e ele também. Eu agrado e ele muito mais. Eu falo…

Meu ébano!

É! Você um negão De tirar o chapéu Não posso dar mole Se não você créu! Me ganha na manha e baubau Leva meu coração...
É! Você é um ébano Lábios de mel Um príncipe negro Feito a pincel É só melanina Cheirando à paixão...
É! Será que eu caí Na sua rede Ainda não sei! Sei não! Mas tô achando Que já dancei! Na tentação da sua cor...
Pois é! Me pego toda hora Querendo te ver Olhando pras estrelas Pensando em você Negão, eu tô com medo Que isso seja amor....
Moleque levado Sabor de pecado Menino danado Fiquei balançada Confesso Quase perco a fala Com seu jeito De me cortejar Que nem mestre-sala...
Meu preto retinto Malandro distinto Será que é instinto Mas quando te vejo Enfeito meu beijo Retoco o batom A sensualidade Da raça é um dom É você, meu ébano É tudo de bom!...

Polly, de anus em festa!

Hoje foi o dia em que a Polly completou 34 anos. Silvia Angélica Palma passou o dia de "anus" em festa e foi festejar na capital dos comedores arroz aqui na Região Sul do país. Claro que não tem coisa melhor do que passar com a família. Recomendo!
Polly é o ser mais controvérsio que já vi em toda minha vida. Ela come Porco a Pizza, mas não gosta do gosto que tem a carne do animal. Odeia gado mal passado. Também não gosta de frango, mas qdo o prato é preparado com temperos que disfarça o sabor, come e nem senti.
Ah, pra finalizar, ela acha cigarro também muito fedorento, mas se for Gudan, aquele cigarro enjoativo e fedorento, pode pitar até no inverno com a casa fechada que ela e a doida da amiga, Rou, pensam que é incenso... Acho tudo isso muito divertido.
Mas tudio isso não é nada perto do fato de que essa pisciana confusa é gente do bem. Polly gosta de festa e quando está disposta não impõe limites para a diversão. É receptiva, generosa, sincera, pavio curto e trabalhadeira.…

Psiu!

Por favor, alguém pede para esses homenzinhos fazerem silêncio? Não sei porque tanto empenho no trabalho a essa hora da manhã de sábado de carnaval... Afinal, eu só bebi uma caipirinha, algumas Originais e duas, só duas taças de espumante demi-sec. Tudo em doses homeopáticas...
Então não consigo entender porque estou de ressaca? Um happy hour com os amigos e outras cositas mas não poderia ter trazido essa dor de cabeça infernal. Pior, que hoje ainda tenho uma viagem de 60Km até Joaçaba e várias, mas várias horas de deguste carnavalesco. Mas uma coisa é certa: comunidade Azul e Branco, aí vou eu!!!

tá com sede?
bebeu água?
olha, olha, olha água mineral,
água mineral, água mineral
do Kandiaaaalll...
você vai ficar legal!

in Journal Correio de Videira

Hora do Planeta

No sábado, dia 28 de março de 2009, às 20h30, pessoas, empresas, comunidades e governo são convidados a apagar suas luzes pelo período de uma hora para mostrar seu apoio ao combate ao aquecimento global. A Hora do Planeta, conhecida globalmente como Earth Hour, é uma iniciativa global da Rede WWF sobre mudanças climáticas.
No Rio de Janeiro, primeira cidade a aderir ao movimento, a Prefeitura irá apagar as luzes de ícones cariocas, como o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, o Parque do Flamengo e a orla de Copacabana, que terá a segurança reforçada pelas autoridades competentes. O Jockey Club também confirmou sua participação. Aqui em Videira, algumas empresas que mantém iluminação externa e até equipamentos eletrônicos e máquinas que não comprometam a produção, também poderia ser desligadas. Assim como a iluminação da Igreja Matriz também, além de outros locais, por apenas uma hora.
Além do Rio de Janeiro, outras grandes cidades mundiais, como Atenas, Buenos Aires e Edimbu…

Põe a camisinha no guri

Por favor gente,
se forem transar nesse carnaval não esqueçam do
preservativo.
E boa folia a todos!

comigo é na base do beijo
comigo é na base do amor
comigo não tem disque-me-disque
não tem chove ou não molha
é desse jeito que eu sou
(Ivete Sangalo)* * * O blog Luz dos Olhos, da Nanda Assis, fez uma campanha para o uso da camisinha nesse carnaval e em todas as datas comemorativas. Dá uma olhada na guria também, plis!http://allannysl.blogspot.com/2009/02/carnaval-protegido.html

Sexta-feira de Carnaval!!!

Para todo folião, hoje é o primeiro dos cinco maravilhosos dias do período. Às vezes é em março, já foi em final de janeiro uma vez, mas na maioria das vezes o mês do Carnaval é fevereiro. Êta época boa e esperada essa, mais até que o verão.
Quem trabalha não vê a fora de cair na Folia de Momo, que começa hoje nos salões de clubes em todas as cidades do país. Todas! Tem carnaval infantil, da melhor idade e dos adultos. Eu, por exemplo, sonho em um dia ir no tradicional Baile Verde e Rosa, no Rio de Janeiro. Também sonho com o dia em que porei os pés nos salões do Scala, do Chiquinho Recarey, para ir no Gala Gay. Passar pelo tapete vermelho e avacalhar e ser avacalhada por todos que espreitam atrás do cordão de segurança.
Mas, no momento eu realizo um desejo infantil e cultural que é a passarela do samba. Gente, para quem A.D.O.R.A carnaval e acompanha a sua escola preferida desde que descobriu os confetes e serpentinas, nada é mais emocionante do que desfilar, cantar, sambar e fazer par…

Porto Alegre é avaliada para a Copa do Mundo

COMUNICAçãOQuinta-feira, 19 de Fevereiro de 200916:55

Nesta quarta-feira, 18, Porto Alegre recebeu uma comitiva da empresa Evenbroadcast, contratada pela HBS (empresa credenciada pela Fifa), para analisar o sistema de telecomunicações da cidade. Destacado com um dos pontos mais importantes para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, o setor foi analisado durante mais de três horas. Os integrantes do grupo conheceram a infraestrutura de telecomunicações existente no município e, especialmente, no Estádio Beira-Rio. O roteiro dos avaliadores iniciou no prédio matriz da Oi/Brasil Telecom, onde receberam informações sobre telefonia fixa, móvel, saídas internacionais e transmissão de dados disponíveis na cidade. Além disso, eles também avaliaram de que forma essa tecnologia chega até o lugar previsto para os jogos. O estádio Beira-Rio foi o outro destino da comitiva, que observou como o clube atende as emissoras de rádio e televisão e quais as instalações pensadas para as transmissões das parti…

Bem Legaus!: Café com madeira

Gente, no blog do André tem informações, link e a foto do meu último desejo: uma máquina de café! Eu não sou viciada na bebida, mas gosto de degustar um bom café expresso. Sempre que almoço no shopping não posso me furtar de uma passadinha básica no Café Veneza. Mas ter o fazedor do pretinho básico em casa, ah... isso não tem preço.

Bem Legaus!: Café com madeira

Tenha Fé

"Eu parei de fumar há 2 anos. Se vejo alguem fumando na minha frente eu quero dar um beijo na boca e sugar a fumaça dos pulmãos"

O filme ou o livro?

Os dois! Mas desta vez vai dar certo... Optei, mais uma vez, em ler o livro antes de ver o filme. Em As Horas, comprei o livro depois da sessão de autógrafos do Cunnighan, na Feira do Livro em Porto Alegre, mas, anos depois, quando o filme foi lançado, fui assistir... Achei fantástica a adaptação. Não era igual, claro, mas chevou bem perto da realidade literária.
Na segunda vez, tentando seguir o mesmo ritual, mas desta vez já sabendo que o filme seria gravado, comprei o O Código da Vinci. 500 pessoas leram o meu livro antes de mim, tiraram sua virgindade, menos eu, claro! Estava sem tesão para isso. Olha para a capa do livro e não dava vontade de lê-lo. Então, quando o filme foi lançado fiquei resoluta: enquanto não ler, não vejo! E tá lá o filme, nas prateleiras de acervos das locadoras...
Agora a coisa foi mais forte. Estava decidida em aproveitar o feriado de carnaval e ir comover-me com Marley And Me. Bem recomendado pela crítica e ainda por amigos que já viram, estava determinada …

Palavras ao vento

Queria poder não chorar de saudades ao ver tua foto no álbum. Nem perder a atenção no trabalho durante ou depois de cada encontro ocasional. Ter parado de fantasiar depois de cada transa ou simplesmente ter dado o basta, quando senti a primeira dor de amor. Agora é tarde para qualquer uma dessas alternativas...
Já não sei mais o que é amor ou o que é fixação. Só sei que a cada visão sua, meu peito aperta e minha mente me sacaneia. Me traz a lembrança situações e momentos que não voltarão. Brincadeiras feitas, palavras ditas e momentos vividos que me foram insuficientes, embora intensos. Já não sei mais o que sinto, mas sei que me falta.
Sinto tua ausência por completo. Do humor inteligente e da perspicácia para assuntos pertinentes ao cotidiano social. Lembro da parceria para a tevê aos domingos, das manhãs de seriados americanos, dos almoços dinâmicos, dos atos infantis, do contágio da preguiça e dos jogos sexuais. Sinto falta do teu cheiro...
Devolva-me meu coração! Diz a música no rád…

Ai Ai Ai!

O marido, ao chegar em casa no final da noite diz à mulher que já
estava deitada :


- Querida, eu quero amá-la.

A mulher, que estava dormindo, com a voz embolada, responde:

- A mala... Ah não sei onde está,não! Use a mochila que está no
maleiro do quarto de visitas.

- Não é isso querida, hoje vou amar-te.

- Por mim, você pode ir até Júpiter, até Saturno e até à puta que o
pariu, desde que me deixe dormir em paz

A festa da Momo aqui

Eu A.D.O.R.O Carnaval! Acho uma festa linda, liberal e libertina, criativa, de folia, de samba e harmonia. Uma reunião de literalidade, de culturas, de pessoas bonitas, singelas ou sem frescuras. Esse é o carnaval de rua que vejo com meus olhos de foliã.
Para brindar a Folia de Momo, essa rainha aqui fará uma breve homenagem a festa mais popular do Brasil, publicando marchinhas e revelando meu histórico de sambista, de pagodeira, de axé, de fúria e folia. Sim, pasmem, eu já fui tudo isso. Depois peneirei meu gosto musical, mas, não dá para evitar o que me é natural. E como cantava a maravilhosa Clara Nunes: “Morena de Angola que leva o chocalho amarrado nas canelas. Será que ela mexe o chocalho ou é o chocalho que mexe com ela?”
Para abrir com chave de ouro, hoje, uma breve homenagem a divã do balangandã: Carmem Miranda, amiga do Zé Carioca, um personagem não brasileiro, que mantinha sua paixão por essa nação tropical e sua ídola. Como escreve uma jornalista em um texto biográfico sobre…

Dia Internacional do Amor

My names is Elaine. My firts letter the my name is E.
O exercício era escrever três palavras em inglês que começasse com a primeira letra do nome, após se apresentar aos colegas novos. Todos muito tean, claro. Como meu vocabulário é muito bom, não. Excelente mesmo no inglês, eu me superei desta vez.
Enterprise
English
ENDURO
Sim, eu escrevi e li Enduro para meus colegas e a teacher. Pior que ela considerou, mas num tom benevolente demais... Assim foi meu primeiro dia de aula, ontem à tarde, após, claro, o dia ficar mais cinza depois de ver o amor da minha vida passar, parar para os pedestres e me cumprimentar. Como ele é só meu amor, não é meu ‘mais nada’, seguiu adiante no trânsito, como está fazendo com sua vida.
No hall de entrada da escola de línguas, um cartaz falava sobre o Valentine's Day. Então me lembrei do alinhamento dos planetas e da possibilidade de uma esperança para o meu amor desesperado, mas, de repetente eu tive um pensamento mais saudável: um novo amor me espera hoj…

Alinhamento dos planetas

Quarenta anos atrás, as palavras intuitivas de uma canção chamada Aquarius, trouxe o alvorecer da Nova Era ao Consciente Coletivo. No alvorecer do dia 14/fev/09 às 7h 25min, o Cosmos realmente vai personificar este perfeito alinhamento que irá apoiar nossa manifestação coletiva de Amor e PAZ, no alvorecer da Era de Aquarius:

"When the Moon is in the seventh houseand Jupiter aligns with Mars.Then peace will guide the planetsand love will steer the stars "
Quando a Lua estiver na sétima casae Jupiter se alinhar com Marte.Então a PAZ guiará os planetase o Amor varrerá as estrelas

Júpiter o planeta da expansão e Marte, planeta da energia, estarão alinhados com o objetivo mais elevado. A presença de Quíron, o curador ferido, nos oferece a oportunidade de curar os fatos que nos separaram durante tanto tempo de nós mesmos e do todo. Netuno enfatiza os movimentos humanitários coletivos e a co-criação da justiça social. A presença do SOL ilumina todo este alinhamento especial. Mercúrio…

Acabou!

Quem acompanha o Cor de Rosa ta cansado de saber que gosto de alguns seriados de tevê. Um dos meus preferidos é o Ally McBeal, que passa no Fox Life. A série já terminou a muito tempo e nunca tinha visto todas as cinco temporadas. Dessa vez eu também não todos os episódios, mas assisti aos principais da maioria delas – menos da primeira, claro.
Hoje, às 13 horas, como faço toda sexta-feira, liguei a teve e pus no canal 32. Lá estava passando uma retrospectiva em “anteriormente em Ally McBeal”. Pensei: será um daqueles capítulos que analisa a temporada? Ai que chato... Mas não! Era o episódio final da série. Claro, que não poderia ter melhor fim se não com a presença do majestoso Barry White.
Gente, me acabei chorando... Foi lindo! E o engraçado é que antes de começar o episódio havia conversado com meu amigo Ale sobre a série. Ele não gosta, claro, porque a personagem principal busca a felicidade e o amor eterno (hehehe). A cara dele esse conceito... Enfim, acabou!

Outro ritmo

"suave é a noite
é a noite que eu saio pra conhecer a cidade e me perder por aí"
Engenheiros do Hawaii
Na sexta-feira eu sempre estou em outro ritmo, principalmente pela manhã. É aquele dia em que a cama me prende até às 9 horas, sem interrupções. Bom, com exceção do Shazan que 'pede pra sair' às 5 horas e depois para comer e beber às 7 horas, o resto é chupeta pra criança. E sim, eu sempre consigo voltar a dormir. Só não dá para emendar o sonho... Infelizmente.
Mas hoje esse sonhinho tardio não aconteceu. O telefone começou a tocar às 8 horas. Acreditam numa coisa dessas? Eu fico me segurando para não ligar para as pessoas, mesmo em firmas, antes das 9 horas e esse povo me liga às 8 horas da matina de uma sexta-feira!!! É o fim da picada... Tá, tá, sei que as pessoas não sabem que nas quintas eu fico neurótica em frente ao computador, das 7 à meia-noite para fechar o jornal. E ontem fui até às 2 da matina. Mas tudo isso vai mudar se o jornal for realmente ser diário. Vam…

Ih, acho que dessa vez tanto faz...

Putz! Acho que meu mundinho colorido ficou preto e branco ao lembrar que amanhã recomeçam minhas aulas de inglês, agora com 30 minutos a mais toda a semana. Hummm... Mas uma sexta-feira laranja sempre é uma sexta-feira. Mesmo que seja para ficar em frente a tevê, vendo reprise, comendo pipocas e enchendo a cara de ceva gelada. Opa! Já vejo o arco-íris surgindo ao final do céu.

Outro dia...

O amanhecer sempre traz um novo raio de luz! Hehehehe. Mesmo com uma noite um pouco insone, tudo voltou ao que era antes. Ainda bem que não se apavoraram... Uai tchê! Hehehe

Pára tudo!

Parei! Fiz uma pausa nos pensamentos e atividades do dia para dar espaço ao mau humor. Desculpem gente, mas depois de um dia todo evitando essa sensação, agora que estou sozinha com o mundo virtual posso fazer minha catarse.

Filha da Puta!Corno!Viado!!!

Agora que destilei o primeiro veneno, continuarei com o processo de desintoxicação. Vou listar os males que me cercam e antecedendo a Sexta-feira 13, vou exorcizá-los. Pois bem, estou 100paciência para:

- invejosos
- anti-profissionais
- arrogantes e vaidosos
- gente egoísta
- metidos a espertalhões
- desocupados do MSN
- a falta de alternativas
- descapitalização
- aos pseudo jornalistas
- a menstruação
- aos limítrofes
- aos medíocres (êta mundo cheio...)
- a minha falta de memória
- internet ruim
- saudade
- a indisposição

Deveria estar, nesse momento, trabalhando muito, mas estou cansada de ter passado a tarde revisando texto de outras pessoas, com os mesmos vícios... Queria eu ter alguém que revisasse os meus, mas não. Eu mesma tenho que fazer isso…

Jornalismo, meu amor de infância

Há um mês eu chegava em Porto Alegre. Era um Sábado e no dia seguinte teria uma prova a executar. Participaria então do primeiro - e se depender só de mim, do último - concurso público para assessor de comunicação. Até meu irmão fez... Ele eu não sei como foi, mas eu levei ferro na prova de informática. Zerei! Um horror gente, um monte de print screel de páginas e word e excell, para serem analisadas com o propósito de responder uma questão, que para mim era grego. Sim, eu só sei utilizar os softwares. E basta para o meu cotidiano. Entender, analisar e responder já é outro papo...
Bom, a questão é que eu não estava nada disposta a realizar essa prova. Mas meus pais insistiram tanto, se ofereceram para custear as passagens e até a inscrição (era tão baratinha que eu mesmo paguei a inscrição...). Me ligaram tantas vezes no último dia de inscrição, que disse Sim! '
E lá estava eu, no Domingo (11), ouvindo um colega de profissão falar um monte de baboseira. Vou tentar lembrar as palavra…

Porco Dio!

De médico e louco todo mundo tem um pouco! Eu já sou mais faca na bota e afirmo que de grosso, todo ser humano tem um montão. Mas o Porco Dio de ontem, oriundo da Comunidade de São Pedro, Zona Rural de Videira, tem o corpitcho avantajado dele todinho de pura grosseria. O que falta lá na casa dele, de certo, é espelho. Vou mandar um carregamento urgente pra lá, porque só se olhar em açude ou água de poço tá dificultando a realidade dele.


Me diz agora quem vai explodir? Porco Dio!

Já a Vindima tava tri legal. A comida caseira uma delícia, a cantoria da Família Paganini tudo de bom e a bailanta correndo solta. Me deu até vontade de valsar pelo salão da Comunidade de Rondinha. Me deu até lembranças... "Que tempo bom que não volta nunca mais..."

P.S.: E agora eu sei: os gringos novos e bonitos tão todos lá!

Oba!

E a vontade de enfiar os pés na jaca então? Putz!!! Já fico com a maior sede... Melhor preparar um chimarrão até a hora do happy hour com os amigos.

E dizem que o Mundo é bom, Sebastião!

Estava assistindo ao Casamento de Muriel, pela 15ª vez, e ao final do filme me bateu uma tristeza... Muriel mentiu tanto para as pessoas e principalmente a si mesmo, queria tanto mudar, provar que era capaz para outras pessoas que foi se esquecendo de viver e vencer pelo que é. Mas não foi pelo filme que nós subiram a garganta, foi por lembrar de coisas que me disseram hoje e que aos poucos fui ignorando. Porém, agora estou triste.
Não há tamanho para a maldade e inveja das pessoas. Não há tamanho para a fofoca, a maledicência. Não há tamanho para a ganância ou a mesquinharia. Tudo isso, junto e reunido numa terra onde 50 mil pessoas se atropelam por meia dúzias de ruas, se empurram entre lojas populares ou de grife pelo centro comercial minúsculo e se comparam na única danceteria da cidade, que ainda nem sabemos se vai emplacar ou não, é muita coisa. Isso é ser provinciano demais...
Ter que ouvir da vizinha que a outra comentou com a diarista sobre o perfil de “dona de casa” que temos …