Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

Braços abertos sobre a Guanabara

De peito aperto [pra vida], braços abertos sobre a Guanabara e de frente pra Ele.  28 de fevereiro. Dia da minha mãe. Feliz Aniversário Odete. Eu te amo!

Novidades e futilidades

Tenho várias novidades, tri boas, para contar. Mas vou começar pelas fúteis, que gosto mais. Eu, linda, leve [só na alma] e solta agora possuo um lindo par de brincos cor de rosa em resina e metal, além de uma pulseira de strass com acabamento em metal dourado e trançado num cordão fino cor nude. Adoro falar essa cor: nude!
Nessa semana, meu colega voltou de férias. Aliás, na tarde de quarta-feira de cinzas a sala estava florida de todas as espécies. Equipe completa e presente, cheia de energia e bom humor. Gostei! E sim, essa é a novidade principal que tenho para contar [e nada fútil]: Estou empregada! Logo, tenho colegas de trabalho. Pois então, esse colega largou um comentário da sua mesa, que fica em diagonal a porta da assessoria.
- A colega ali da frente é toda nude!
Eu sorri, prevendo que em breve o viria algo debochado.
- É. Ela é nude. A expressão dela é nude, a pele dela também e os cabelos completam o quadro.
Olhei de reslaio para a guria, pois estava de pé no meio da sala…

Louca de faceira!

O tempo do recomeço chegou. E, convenhamos, já estava em tempo disso. Então, estou eu aqui, prenda formosa, louca de faceira, a espera dos novos acontecimentos.

CRÔNICAS PRAIANAS: O salva vidas da 175

Nossa prainha está assim: cheia de gente e cores. Tudo que realmente gosto. Mas nem todos são iguais. Tinha gente solitária a beira mar. A procura, apenas, de um bonito bronzeado. Não é o meu caso... Eu nasci com a medida certa de melamina. Fico embaixo do guarda sol, ocupando uma mesa e cadeira, postos ao bel prazer e consumo dos veranistas das proximidades do quiosque da guarita 175.
E que guarita! Deus sabe que meu gosto tende ao cheio: peito espadaúdo, coxas grossas, panturrilha farta e, confesso, até uma barriguinha larga. Atenção: Não ao caroço ou pseudo barriga d'água que os machos de 40 cultivam, mas aquela gordurinha fofa que se espalha suavemente para os lados. Isso me atrai. Mas aquele corpo moreno e atlético pulou do alto do posto de observação com firmeza. Pisou seguro na areia úmida, só de sunga. Cavada... E me enfeitiçou.
De repente, meu gosto tomou outro conceito de homem. Me aprumei na cadeira. Puxei, disfarçadamente, as laterais do sunquini para dar uma forma me…

A vida é boa...

Vou ali, rapidinho, pegar um bronze [brincadeirinha], um jacaré, tomar uma caipa, comer umas violinhas - tudo isso de sunquini novinho - e já volto...