Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2006

Vou pra Porto Alegre, tchau!

sabe o que me dá forças? saber que vou passar um dia em Porto Alegre, rever meus locais favoritos (entre correrias urbanas e preparativos para a viagem), almoçar com amigos, beber com amigos, chorar para os amigos, fofocar com a minha mãe e ganhar cafuné do meu pai.

triste

quer saber o que mais me deixa triste? é que não meço esforços para fazer as coisas. posso reclamar, tentar impor algumas coisas, ter garantias quando o assunto envolve grana, mas, como n há reciprocidade, nem gentilezas ou nem mesmo a simples educação, fica difícil entender porque ainda mantenho consideração. vou me ver livre dessa doença ainda. tenho certeza.

Azul da Cor do Mar...

Ah, se o mundo inteiro me pudesse ouvir / Tenho muito pra contar / Dizer que aprendi / Que na vida a gente tem que aprender / Que um nasce pra sofrer / Enauqnto o outro ri / Mas quem sofre sempre tem que procurar / pelo menos vir achar / Razão para viver / Ver na vida algum motivo pra sonhar / Ter um sonho todo azul / Azul da cor do mar / Hoje resolvi mudar / Vou deixar de te amar / Hoje resolvi mudar / Vou deixar... / Juro não ser mais um bobão / Hoje resolvi mudar...

O peso dos 30 anos

BR Press Patu Antunes, do Extra*

É preciso encarar os fatos: tem coisas que a idade não nos permite mais fazer. O mundo avançou, os costumes estão (bem mais) liberais e poucos ainda ficam horrorizados quando uma mulher de 30 e tantos usa uma minissaia provocante. Mas e aí? Tem a verdade inexorável: os anos passam e o corpo sente. Como quando enchemos a cara e levamos três dias para voltar ao normal.

Sim, não temos mais 16 primaveras para beber cerveja, vodka e uísque ao mesmo tempo, e levantar no dia seguinte com uma ressaquinha que passa em duas horas com uma aspirina no meio. Temos 3O e alguns invernos que quintuplicam os efeitos desastrosos do álcool. Não dá para fugir: mulher de 30 em diante só não fica malz com os excessos e/ou as misturebas ébrias se já for uma alcóolatra (ou quase). E ainda assim, não deixa de ser uma sessão de aniquilamento em massa de neurônios.

Genocídio celular

Mesmo supondo que não se trata de um caso para o AA, vale olhar a questão com cautela: trata-se ap…

Montevideo

É pácabá mesmo...

Depois de eu exprimir os bolsos, as bolsas, os cofres e tudo mais, para fazer a viagem técnica para Montevidéo, agora ela pode ser invibializada por uma merda de Registro Geral. Tudo isso porque os organizadores da viagem não estão sabendo organizá-la.

Mas agora eu vou, por que, afinal, eu sou brasileira e não desisto nunca!!!!!!!

Setembro: Mês de Aniversário Elaine

Só tenho uma coisa para dizer para vocês. “Eu sou uma parada!”. Hehehehe.

Portanto, entenda de uma vez só, que 7 de setembro é a data que, não só, referencia e reverencia a proclamação da independência do Brasil, mas também, cujo visionário D. Pedro I imaginou, que, 152 anos depois, estaria neste mundo, de novo, Eu - Elaine Barcellos de Araújo, brasileira e que não desisti nunca!!!

Bjocas nas bochechas!

De volta para casa

Adivinhem quem está de volta? Sim, meu CD, maravilhoso, do The Cramberries, o DVD “gravação alternativo” da Alcione, o Ao Vivo 2, e minha árvore.

Fui tomar banho na casa do Krust, porque n tem água aqui no latifúndio desde domingo, sabe-se lá desde que horas. Então, aproveitei e trouxe meus pertences de volta, que com certeza n viriam se fosse depender do palhaço.

Ele já havia me dito, e eu já sabia, que o meu Cipreste não deveria estar em boas condições, pois ficou do lado de fora nas noites de geada. Ele já é desligado para muitas coisas, quem diria para cuidar de uma planta. Quando eu o vi, fiquei triste, mas com um fundo de esperança, ele tá queimado. Todo queimado. Na verdade, ele tá morto. A planta que representa meu signo, meu ser e que queria enfeitar no Natal, aqui nesta cidade. Ele seria minha primeira árvore de natal.

Ainda vou tentar revivê-lo, nem que seja a base de minhas lágrimas (que não tem sido poucas), mas, se conseguir, já ficarei feliz de te-lo verdinho, mesmo que n…

Presentes

Que o Anjo Silvia voltou vcs já sabem, mas que ele me trouxe presentes, essa sim é novidade.

Imaginem um par de meias lindo, quente, felpuda, macia e cor de rosa? São as minhas meias novas de dormir. Fiquei pensando, essas meias n podem ser somente para dormir. Elas são tão meigas, que logo pensei por os pés nela e assim o fiz, com o incentivo da Silvitcha. Nunca pisei em nuvens, mas deve ser assim, macio, aconchegando e deliciosamente escorregadio. É tudo de bom... Tenho que exibi-las de alguma forma. Espere, que logo, logo as ponho aqui.

Mas não parou por aí. Também ganhei um CD, pois eu AMO MÚSICA, do maravilhoso Ed Motta. Pois é, meu mais novo álbum é o Perfil do cara. Uma dilícia, macio de se ouvir, deve ser gostoso para se dormir também. Bom, n preciso dizer que já botei o dedo no play mais de uma vez, embora conheça todas as músicas. Enfim, o cara é demais e eu o tenho.Anjo, obrigada pela lembrança. Uma semana de férias foi pouco para ti, que ainda teve tempo de se lembrar deste …

Eu sou cinco estrelas

Ontem, às 11h30, estava eu lagarteando ao lado do João, o colunista social mais carismático, gay, cativante, divertido e debochado da face da terra, enquanto queimava um cigarrinho, quando surgiu um comentário das antigas. Na verdade, ele estava criticando sua página, pois o Sancho havia posto as fotos do Baile do Vinho em círculos, bolas ou sei lá o que se pode pensar daquilo, embora tenha ficado bacana mesmo, eu acho que era bolas de bilhar, hehehe. Foi aí que ele lembrou dos quadros de antigamente, onde os pais mandavam emoldurar as fotos de seus filhos, em várias versões dentro de formas geométricas.

Eu lembrei do meu quadro, cuja moldura quebrou e minha mãe nunca mais mandou arrumar, além de ter se recusado a pendurar nas paredes do apê lá de casa, quando nos mudamos há mais ou menos 25 anos. Não lembro qual era a figura que emoldurava as fotos dos meus irmãos (quando cada um casou ela deu os quadros para eles levarem para suas casas, o meu ela pôs fora, acho que já imaginando qu…

Passadas

Eram cerca de 22 horas desta segunda-feira fria em Videira. Eu, após mais um maravilhoso jantar preparado pelo aprendiz de Querubin - vulgo Rivail -, estava me gelando na sacada do latifúndio, alimentando meu antigo vício - nicotina.
De dentro da aconchegante extensão de tijolos, cimento, gesso colorido e jogos de luz, veio a voz do Anjo Silvia, que havia retornado esta madrugada para sua nuvem de terrestre. “Boa Noite Elaine!” Mais distante veio a voz de seu companheiro, também desejando boa noite. Depois de responder, olhando em direção a fresta iluminada das portas de vidro da sala, voltei-me para a rua. Foi então que o vi.
A princípio fiquei em dúvida se era homem ou mulher, devido ao som do calçado, mas depois defini como um representante da categoria masculina. Estatura média, acima do peso, andar despreocupado, mas, ao mesmo tempo, cansado. Parecia não sentir o frio da noite, o vento gélido e cortante, atingindo-lhe o rosto e passando por entre os pontos do casado de tricô, cinz…

Quer saber o que eu queria mesmo...

PALAVRAS DE UM FUTURO BOM
Música & Letra: Rogério Flausino

Anda, enquanto o dia acorda a gente ama
Estou pronto pra te ouvir aqui na cama
Te espero, vamos rir de todo mundo
Nesse quarto tão profundo

Para, repara tente ver a tua cara
Contemple, esse momento é coisa rara
Uma emoção assim só se compara
A tudo o que nós já passamos juntos

Preciso tanto aproveitar você
Olhar teus olhos, beijar tua boca
Ouvir palavras de um futuro bom...

Preciso tanto aproveitar você
Olhar teus olhos, beijar tua boca
Dizer palavras de um futuro bom...

Anda, enquanto o dia acorda a gente ama
Estou pronto pra te ouvir aqui na cama
Te espero, vamos rir de todo mundo
Nesse quarto tão profundo

Para, repara tente ver a tua cara
Contemple, esse momento é coisa rara
Uma emoção assim só se compara
A tudo o que nós já passamos juntos
Neste quarto em um segundo

Preciso tanto aproveitar você
Beijar teus olhos, olhar tua boca
Dizer palavras de um futuro bom...

Preciso tanto aproveitar você
Beijar teus olhos, olhar tua boca
Ouvir palavras de um f…

Ainda n entendo...

Ainda não entendo, como um amor não correspondido pode sobreviver. Um sentimento que n é alimentado por esperanças, porque elas n existem. Que n tem gestos de carinho e nem de atenção. Onde o desrespeito e a indiferença reina todos os dias entre nós.

Pensava que, aos poucos, estava me vendo liberta desse sentimento que só me traz dor, lágrimas, mágoas. Esse amor solitário me levou o riso fácil, a fome, a percepção sobre as coisas do cotidiano, a vontade de trabalhar e o prazer de viver o cotidiano. Como algo assim pode continuar, quando nem mesmo eu quero que ele persista?

Estou cansada de perder o sono no meio da noite e ficar pensando sobre o que pode me esperar no amanhecer. De ficar imaginando o tamanho do leão que terei que enfrentar, para só no final do dia poder relaxar, descansar o corpo quando vejo que tá tudo calmo. Tudo ameno.

Minha amiga Ká disse para que n pense em tempo, mas já se foram quatro meses, que parecem décadas, de desvantagens, prejuízos, antipatias e cada vez pen…

Massa vence o GP da Turquia

algo me disse que deveria ter ligado a tevê hoje pela manhã para ver a corrida. então, liguei. mas não ouvi nenhuma notícia sobre o "meu" piloto, então desisti e desliguei a tevê. mesmo n tendo visto ele subir ao pódio, com sua felicidade mais que estampada no rosto e em gestos, fiquei feliz com a notícia, neste domingo de sensações.

viva a segunda-feira, hehehehe!!!!


Istambul (Turquia), 27 ago (EFE)

O brasileiro Felipe Massa (Ferrari) venceu hoje seu primeiro grande prêmio de Fórmula 1 ao cruzar a linha de chegada na Turquia à frente do espanhol Fernando Alonso (Renault), líder do Mundial, e do alemão Michael Schumacher (Ferrari), seu companheiro de equipe.

Rubens Barrichello (Honda) terminou a prova na oitava posição.

Massa, que no sábado havia conquistado sua primeira pole-position na Fórmula 1, não correu para favorecer seu companheiro de equipe, que disputa o título mundial com Alonso.

Desta forma, Alonso, que largou em terceiro, conseguiu superar Schumacher, segundo no grid …
Ainda que eu fale a língua dos homens e dos anjos, se não tiver amor,serei como o bronze que soa ou como o címbalo que retine. Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes;se não tiver amor;nada serei.E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disse me aproveitará. O Amor é paciente,é benigno, o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz incovenientemente, não se exaspera, não se ressente do mal, não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade,tudo sofre,tudo crê,tudo espera,Tudo suporta. O amor jamais acaba. Agora, pois, permanecem a fé,a esperança e o amor, estes três; Porém o maior destes é o AMOR. 1 Coríntios 13.1-8a,13
Ah, esqueci de falar para vcs: eu como palavras quando escreve. Meus dedos demoram para atender ao comando do cérebro. Mas acho que já perceberam isso né?

Meu sábado

Bom, tenho que fazer dois trabalhos, atrasados, da pós. Um sobre responsabilidade social e outro sobre comunicação interna. Mas, para adiar mais um pouco nada melhor do que vadiar na internet, como estar aqui com vcs, MSN, email, e notícias inúteis, do tipo, "como manter o bronzeado no inverno (como se precisasse disso, hehehe). Enfim, qualquer motivo é motivo para me distrair da minha futura vida profissional de especialista em comunicação empresarial. Portanto, vou agora contar como foi meu sábado (isso é realmente muiiiiito importante, hehehe).

Pois bem, acordei às 00:46, faminta!!!! Esse é o mal de quem não janta por que a fome abandona o corpo ou a preguiça. O que a gorda fez? Levantou, com um olho aberto e outro fechado, pensou em se vestir para ir até o Big Pastel fazer um lanchinho básico, mas a mente a levou somente até o armário da cozinha para comer torradas com requeijão. Depois de se empanturrar com esta comidinha, pegou dois quadradinhos de chocolate, enfiou na boca …

Mais curtas

A sexta-feira não começou bem, mas terminou menos ruim. Embora tenha que trabalhar no final de semana, a previsão para os próximos dois dias é de produtividade do bem, hehehe.

_____________

O povo do coléginho, aqueles maloqueiros, hehehe, devem estar bêbados nessa hora. Me aguardem seus merdas, que em setembro eu tô chegando para juntar a vocês.

_____________

O anjo Silvia vai voltar tb e o Querubim do noivo dela vai aparecer no Domingo, parra esperá-la. Saudades dos dois, parceiros fiés do meu ser. Presentes que ganhei do povo lá de cima. Aliás, vou aproveitar para fazer a listinha do povo que me ampara:
- Sancho Pança, é claro (entenda Luiz Augusto)
- Valéria - a bruxinha do bem
- Leonice - a menina mulher (pena que ela foi embora do jornal. foi mais corajosa do que eu)

____________

Segunda-feira. Previsão de muito bom humor. Hehehe, agora vai... ou racha. Se tudo se confirmar, terei motivos para que vá.

Jota Quest IIII

Já Foi

Ahhhh Ahhhh
Ahhh Ahhhh
Ahhhh Ahhh

Eu sempre quis fazer você feliz
Às vezes me deixava pra outra hora
Eu sempre quis falar o que eu sentia
Mas dessa vez foi o silêncio
Que falou por mim

Eu sempre me esforcei pra te incentivar
Tua falta de caminho me detinha a intenção
Eu sempre te deixei bem à vontade
Mas tua falta de vontade
Me desmotivou

Quer saber?
Já Foi
Vou cuidar
De mim

Quer saber?
Eu quero alguém pra dividir
Gostar de quem gosta de mim
Eu sempre acreditei muito em nós dois
Primeiro em você, depois em mim...
Éramos nós

Eu sempre quis fazer a minha parte
Mas você não faz mais parte
Da metade de nós dois

Yeah...
E quanto vale o tempo todo que vivemos
Correndo atrás dos sonhos
Pra viver só de amor
E quanto a gente paga pelos sonhos que deixou?

Jota Quest III

Jota Quest

Porra!

Dia 2 de setembro Jota Quest aporta em Porto Alegre para fazer a gravação do DVD "Até Onde Vai", no Anfiteatro Por do Sol. De graça!!!! E eu aqui, em Videira... É pah acabar!

Esse último disco deles tá tudo de bom. Só tem pérolas. Aliás, nestes 10 anos, foram cinco CDs, todos de n se recusar a ter. E eu vou perder a gravação do DVD dos caras... É PAH ACABAR messssmo!!!!

Nessa cidade, que prefere bailões e música eletrônica (perceba os expoentes, hehehe), fica difícil estar a parte das novidades do mundo musical. Cest la vie!!!

Curtas

Post's

Ontem foi o dia que registrei 100 post's neste blog.

_________________

Leões

Sabem aqueles leões? Pois é, eles estavam adormecidos e decidiram acordar todos de uma só vez. Hoje descobri que terei que enfrentar mais de um por dia, e a noite também. Eles têm insônia agora...

________________

Ergométrica

Da sacada de casa e da janela do meu quarto consigo ver a viziha do prédio em frente. Todos os dias elas faz exercícios na sua bicicleta ergométrica, que fica em frente a tevê. Consigo ver o reflexo das cores na parede. Fico pensando no que ela fica pensando enquanto faz suas pedaladas ou se apenas assiste a tevê, ao mesmo tempo em que queima as suas calorias. Deu vontade de perguntar.

________________

Elogios

Hoje tive motivos para ficar contente. Recebi mais um elogio do revisor do jornal, que comentou em frente ao big boss, sobre a qualidade textual do meu trabalho. Em seguida, numa conversa informal, mas objetiva, o big boss também elogiou o meu texto. Agora entendo porque tra…

conversas

Nossa! Como eu "falo"... Talvez seja o reflexo da minha solitude, ou então falta de oportunidade de dizer tudo isso para quem realmente deva ouvir.

Às vezes releio meus post's e cada vez que faço percebo como eu converso com vcs, cuja maioria das pessoas n faço idéia de quem seja. Mesmo que essa conversa seja unilateral, eu falo de tudo da minha vida: dos meus anseios e percepções, como estou fazendo agora. Das minhas alegrias, tristezas, conquistas e derrotas. Falo tudo...

Isso n me entristece e muito menos aborrece, pelo contrário, apenas, ainda, me surpreende.

Bisou no coração mon amies

Na Estrada

Ela vai voltar, vai chegar
E se demorar, I´ll wait for you
Ela vem, e ninguém mais bela
Baby, I wanna be yours tonight
Sem botão, no tempo, no topo, no chão
em cada escada, a caminhada a pé, de caminhão
Seu horário nunca é cedo aonde estou
e quando escondo a minha olheira
é pra colher amor
Sala sem ela tem janela
inclina, em cerca de atenção
Ela vem, e ninguém mais
Ela vem em minha direção
Sala sem ela tem janela
inclina em cerca de atenção
Ela vem, e ninguém mais
bela vem em minha direção

Hormônios

Gente, esses comprimidinhos fizeram a minha alegria. Imagine uma mulher que não sangra mais, e feliz? Essa sou eu, hehehe.

Em compensação arranjei outro problema para mim. Tô subindo pelas paredes. O pior que a solução para isso n vem em capsulas, hehehe.

Cest la vie...

Curtíssimas!!!!

Como diz o povo daqui: é pah acabar!
_________

A desvantagem de morar num latifúndio é que tem que "arar a terra", hehehe. Vou chamar a Marinete - A Diarista.

Domingo: primeiro dia de férias do Anjo Silvia e tudo em ordem, hehehe.
_________

Vi o significado do meu sonho da semana passada. Dente - fracasso amoroso, aborrecimentos, prejuízo financeiro. Nem precisava sonhar para sacar isso, hehehe.
_________

Mês de setembro - Elaine: E viva Montevidéu!!!

Sonífera Ilha

É antiguinha, mas imortal...

Não posso mais viver assim ao teu ladinho
Por isso colo meu ouvido num radinho
Pra ti sintonizar
Sozinho
Numa ilha
Sonífera ilha
Descansa meus olhos
Sossega minha boca
Me enche de luz

(Titãs)

Trampo

Essa semana foi pra acabar. Quase que 24 horas por dia, pois até sonhei com trabalho, quando não perdia o sono. Pôxa, tô muito cansada. Ainda se ganhasse bem...

Curtas (muitas delas)

Tranqüila
Pense numa mulher relaxada, harmoniosa e até feliz. Pensou? Então, pois essa sou eu. A semana começou bem e parece que vai continuar assim, mesmo tendo algumas percepções irritantemente desagradáveis. O fato é que liberar sentimentos, sem medo de tê-los é uma maravilha!!!

Grana
Puta que pariu, que mês filha da puta vai ser esse e o de setembro. Mas terei um ótimo motivo para ficar na mingua, mesmo!!! Minha viagem à Montevidéu. Meu presente de aniversário, porque eu mereço e só eu e algumas poucas pessoas sabem disso. Por elas, eu não me canso de dizer: EU TE AMO.

Sons
Música ainda continua movendo a minha vida. Vivo ao embalo de notas musicais, em todos os momentos da minha vida. Felizes, tristes, dramáticos, cômicos. Sinto muito aos artistas, mas, Viva o MP3, hehehe.

Músicos
Bem Harper, Seal, Paulinho da Viola, Sting, Alcione, Fagner, Nina Simone, Biquíni Cavadão, Barão Vermelho, Guru JazzMatazz, Djavan, Paulinho Moska, Jack Jonhson, e muitos outros, são alguns dos artistas que es…

She's Only Happy In The Sun

by Ben Harper

I know you may not want to see me
On your way down from the clouds
Would you hear me if
I told youThat my heart is with you now

She's only happy in the sun
She's only happy in the sun

Did you find what you were after?
The pain and the laughter brought you to your knees
But if the sun sets you free, sets you free
You'll be free indeed, Indeed

She's only happy in the sun
She's only happy in the sun

Every time I hear you laughing, I hear you laughing
It makes me cry
Like the story of life, of your life
Is hello, goodbye

Shes only happy in the sun
Shes only happy in the sun

Dente

sabem da última? não? então vou te contar. no domingo, depois de uma orgia carnívora que o noivitcho do meu anjo fez, estava eu, em frente ao espelho, passando o fio dental entre os dentes quando percebi algo estranho. sim, isso mesmo, era o pedaço de um canino, que se quebrou enquanto fazia o serviço.

então, peguei o objeto, estudei-o e sai gritando em direção ao quarto do casal Angels - sim, tb dei o título ao Riva, depois de tanto empenho em tentar me animar essa semana. a dedicação do casal é algo que não saberei como retribuir. carinhos tão bem-vindos nesse momento de total carência em que vivo - com ele entre os dedos. depois de desabafar, voltei para escovar os dentes, cheia de receio de perder o que sobrou.

na terça-feira, o episódio se repetiu, só que desta vez durante a escovação. como estou ficando descolada, sofri menos desta vez. todo caso já pedi para a família ampliar o plano de saúde para ter o atendimento odontológico. n posso ficar banguela, hehehehe.

No chuveiro

Nesta terça-feira, à noite, fui cobrir uma pauta na universidade. Era o lançamento do programa de uma incubadora na área de design.

Tinha um mestre de cerimônias, prepotente, chato, feio e metido a gostoso, que, por coincidência também é o gerente do programa, que chamou os parceiros para se pronunciarem. Adivinhem? Isso mesmo, o Sebrae. Os dois caras eram ligados a entidade e apenas um tinha comunicação clara e objetivo para explanar a função e responsabilidades do Sebrae.

Enfim, por último era a palestra de um empreendedor e designer gráfico, que iniciou sua fala a respeito do perfil do empresário e “dando” dicas de gestão. Bom, o cara era tão chato, que dei uma cochilada no meio do caminho, além de não ter assistido a última parte - que era sobre design (será). A única coisa interessante que ele falou, na minha opinião, foi a respeito do Robinho, da seleção brasileira. O palestrante comentou que o cara, ao tomar banho, fica se automotivando (não pensem bobagem - como eu pensei, heheh…

Um mês para o meu aniversário

Ontem me dei conta que estou a 30 dias de completar 32 anos. Em janeiro, minha felicidade de reveillon me anunciava tempos melhores. De alegria, sonhos, projetos contemplados, sucesso, enfim, de prazeres. Os votos de um ano próspero, que deveriam ser renovados agora no período de aniversário, não chegaram a durar um semestre. Foram apenas quatro meses, aos quais eu tive tudo que queria, mas que me foram tomados de uma hora para outra por um acaso do destino.

Amigos me ligam, me chamam no MSN e outros pedem emails que falem de como ando, pois sabem que as coisas não vão bem pelos prados de cá. Eles me conhecem. Sabem o que ia em mim e agora estão angustiados com o que lêem. Mas não são somente eles que estão preocupados, eu também fiquei, porque todo o dia eu tenho que matar um leão, sozinha, e estou ficando cansada. É um desapontamento atrás do outro e quando tento um tratado de paz com o rei da floresta, é tarde demais, porque minha armadura já está por demais amassada para suportar e…

Transa

Tanto tempo faz que a gente transa,
e não se conversou
tanto vício, tanta fuga pra saber,
se é amor
Sei que você pensa que passa......
e vai só transa,
oh oh
faz de conta que não se quer mais...
é transa e tanto faz
Quando se quer mais...
agente diz bye bye
a gente quer mais...
e finge que satisfaz
É moderno, é certo e sei que muitos querem
essa forma de amor
oh oh
se chega perto, é certo sem paixão
mas também sem dor
A gente pensa que isso passa......
e vai só transas
oh oh
faz de conta que não se ama mais...
é transa e tanto faz
Quando se quer mais...
a gente diz bye bye
a gente quer mais...
e finge que satisfaz
Oh oh
“Nada revela mais o caráter de um homem do que o seu modo de se comportar quando detém um poder e uma autoridade sobre os outros, essas duas prerrogativas despertam toda a paixão e revelam todo o vício”.(Políbio)

N

Musicalmente sua marca continua lá
Um novo Nando Reis está na praça. O disco Sim e Não, sexto da carreira solo do artista, chega ao mercado e mostra peculiaridades. O ex-Titãs está, por exemplo, cantando melhor. E lapida cada vez mais suas melodias


Nas letras, ele gosta de brincar com os antagonismos de sentimentos, com as ambivalências de pontos de vista, a partir do homem e da mulher. Resvala na sexualidade. Presta homenagem à sua musa, Nani, em rompantes de saudades que explicita em canções como N e Sou Dela (esta, com uma levada dançante e vocais brincalhões). Satisfaz o desejo da filha, Zoe, de ser lembrada numa canção e o faz em Espatódea - e acaba satisfazendo o próprio desejo de cantar sua ruivinha.
Há lampejos autobiográficos no meio do caminho, o que não é de se estranhar quando o amor e suas variantes alimentam as composições, como se sente em Caneco 70, em que ele tece uma longa narrativa de um amor do passado. Ou da inevitável dor de quem ama, como descreve em Pra Ela Voltar…

Ser Elegante

por Estela Batisttela - colunista do Jornal A Coluna

Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: A elegância do comportamento.
É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres ou de vestir-se bem e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma gentileza.
É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa
alguma nem fotógrafos por perto.
É uma elegância desobrigada. É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam. Nas pessoas que escutam mais do que falam, e, quando falam, passam longe da fofoca, das pequenas maldades ampliadas de boca a boca. É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz ao se dirigir a frentistas, garçons, subordinados. Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros.
É possível detectá-la em pessoas pontuais. Ele…