Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

Bá, tri legal!

Porto mais quealegre

É natural achar as pessoas feias, bonitas e as bonitas, ainda mais bonitas, quando se está na sua terra natal. Sim, cá estou eu na cidade Porto dos Casais, mas que possuiu tantos solteiros, sejam eles convictos ou não. Cá estou numa cidade que chamam de grande, mas que é apenas um cidade como outra qualquer, mas em grandes proporções, em tudo que se refere a ela e seus habitantes.

De resto, todo mundo é igual. Só o que muda é o endereço; mas tanto faz Videira ou Porto Alegre. Tanto em uma quanto outra tem patricinhas e mauricinhos, playboys e socialites, EMOs, nerds, vagabundos, trabalhadores, empresários, comerciantes, trabalhadores informais, servidores públicos, new hippies, novos ricos. Enfim, tem de tudo. Um pouco lá, mais aqui... Na verdade o que muda é a minha naturalidade e sou mais natural aqui. Sou natural daqui.

A exemplo disso é que as seis horas da matina acordei com o ônibus aportando no Box interestadual da Estação Rodoviária Veppo. Desci do veículo e …

Minifundiárias

Este final de semana, a Silvitcha começou a fazer as mudas. Do latifúndio onde a gente vivia, cada uma agora viverá numa pequena área arrendada. No Flat tudo corre as mil maravilhas. Depois de uma semana na casa, ainda não pude degustar o local como queria. Estava, eu e o Shazan, em processos de adaptações. Primeiro sozinhos, depois com a vizinha.

O Sha foi o primeiro a se readequar ao novo local. Depois de ficar o domingo (21) trancado em casa comigo, pois tinha medo de que fugisse, no dia seguinte já fez a sua primeira expedição. Passou a tarde toda no pomar que temos no quintal de casa e só voltou no início da noite. Fiquei feliz ao vê-lo retornando.

Passamos uma noite tranquila e logo às 6 horas ele quis sair. Abri a porta e ele foi para a sua aventura campestre, enquanto eu, como toda mãe nervosa, aguardava seu retorno, faxinando, desmanchando caixas e me preparando para a terça-feira de trabalho. E nada do bicho retornar. Novamente, ele voltou à noite e percebi que seria assim dia…

As luzes da cidade acesas

Cena de Luzes da Cidade (1931)

Não. Nada de música sertaneja dessa vez. Mas bem que ela viria bem nesse post, afinal, eu sempre me pego pensando sobre as luzes da cidade acesas. Hora quando circulo pelas ruas, hora quando olho pela minha janela, também iluminada.

Na última semana, enquanto olhava para os prédios da Rua Saul Brandalise ou da rua paralela a ela, via os quadrados com tons variados de luzes. Às vezes esbranquiçadas, na maioria amarelas, outras em tons de azul e até avermelhadas. Daí vinha aquele pensamento: “O que será que esse povo faz em casa, agora?”

Olhava no relógio do celular e ficava imaginando quem e o que estaria fazendo uma dona de casa, às 18h30 por exemplo. Algumas alternativas e imagens me vinham a mente, como um jantar fumegante cozinhando sobre o fogão. Ou então pondo roupas na máquina enquanto orientava o filho nos deveres da escola. Ou simplesmente uma mulher que acabara de chegar do trabalho e se preparava para o terceiro turno, em casa.

Também poderiam ser …

Hummm...

A idéia de começar a semana a 100 quilômetros por hora não me agrada nem um pouco. Mas tudo indica que assim que será. Depois de uma oportunidade frustrada de ir para casa, cá estou em Videira. Tenho que estar em Porto Alegre na manhã desta terça-feira e nada teria me deixado mais feliz do que ficar alguns dias ao lado da família. Mas não deram certo meus planos.

Depois de passar o sábado correndo, para adiantar as pautas de segunda e terça, com êxito, não consegui o principal: embarcar no busão da Unesul... Uma lástima ter que ficar 24 horas em Porto Alegre, sem nem ao menos ter a oportunidade de conversar com a mãe, ganhar os afagos do pai e sortear um dos amigos para sair e conversar, além de rever lugares favoritos. Tudo será tão necessariamente rápido, que talvez nem consiga cumprir uma agenda que precisa que esteje em alguns lugares em horário comercial. C'est la vie!

Tudo bem, quando tudo se acalmar, me programo apenas para ficar em casa, ao lado dos meus velhinhos queridos e…

Quarto e sala

Tudo que cabia no meu quarto antes, agora ficam espremidos em duas peças. No quarto estão a cama Box conjugada, com o guarda-roupas ainda desmontado e uma prateleira com livros e bugigangas diversas. Se mudar a posição da cama eu consigo mais espaço e consigo por a mesa com a poltrona para trabalhar, mas daí, a cozinha fica sem mesa para o rango...

E por falar em cozinha, a kit veio com um armário com pia. Delícia! Melhor que isso só se o tio do imóvel tivesse me cedido a geladeira que tinha no apertamento do lado. Ali bate sol na parede da sala, por onde tem um foco de luz também, já com cortina e uma estante horrorosa da década de 70. Mas não estou em condições de dispensar muita coisa.

O quarto é que nem o meu. Uma janela dá para a outra e as duas para a área de serviço, que por sorte dividirei com um homem bem bonito e solteiro. E gentil, simpático e disponível para uma xícara de açúcar, farinha, leite, ovos [Batedeira? Forno? Hehehe. Tolinhos... como diria a minha tia Ica]. Bom, so…

Sozinha ou acompanhada?

Eu devo ter cara de solteirona mesmo. Mulher sozinha, de fora, com um gato... Quem vai pensar que faz juntamento de macharedo [fazer o que se tenho mais amigos homens do que mulheres em Videira?], como diz a minha mãe, em casa?

Baladeira, festeira, bagunceira? Não! Moça séria! Definitivamente. Não bebo, não fumo [isso não faço mais mesmo], não transo, não faço festa e nem saio de casa. Pessoa ideal para que se aluguem uma kit net sem se incomodar com reclamação de vizinhos.

- Antes tinham duas meninas que faziam festa quase todas as noites. Tinha sempre uma piazada lá embaixo. E não dá, afinal há vizinho dos dois lados. Mas com certeza não deve ser o seu caso.

- Não! O senhor pode ficar (in)tranquilo...

Nem havia me mudado e os amigos já queriam saber quando é o open house. Nem me organizei e já cobram o open house. Mal concluí de trazer os trecos do outro apartamento e já penso no primeiro churras pocket no quintal de casa, usando um dos galões dos tio do aluguel. Até porque, a grelha eu…

Os primeiros dias a gente nunca esquece

De precaução ninguém morre. Por isso, fome não passei nos primeiros dias. Mas também bolo de laranja inteira, frango de “televisão para cachorro”, rúcula e suco de laranja talvez demore um pouco para eu voltar a comer com naturalidade e desejo. Isso que dá se acostumar com fogão e geladeira dos outros...

Se pesquisarem nos post’s antigos, de aproximadamente 42 meses atrás, devem achar um que fale sobre quais seriam os utensílios básicos para um solteiro. Melhor, lembrando um pouco mais, ele deve ter algo do tipo: “sempre achei que para eu sair de casa ou ir morar sozinha, teria que ter três coisas na minha casa - aparelho de som, geladeira e máquina de lavar”.

Bom, acho que estou melhorando. Na primeira morada eu tinha um diskman emprestado da minha arquiinimiga [porque o primeiro roubaram e o segundo, que era emprestado do Luiz, também], uma caixa térmica [vulgo isopor] emprestada do Nandiko e um tanque de plástico, mas que ficava no terraço bem iluminado e ensolarado. Agora tenho um “…

De Muda (3)

Eu nunca sei até onde minha cara de pau irá me levar. Por enquanto, a última investida me trouxe para a casa nova. Depois de pedir a ajuda dos guris da rua para fazer força carregando meus móveis, eu fui até os vizinhos que o Sha adorava visitar [eles nem um pouco de recebê-lo] e travei o seguinte diálogo:

- Alexandre, quero conversar contigo quando tiver um tempinho.
- Oi. O que me conta de novo?
- Vim te pedir um favor, mas obviamente poderá ficar a vontade para dizer não. Vou me mudar e quero ver se pode ser meu freteiro.
- Claro, pra quando? Tu já conseguiu quem vai carregar?
- Os guris vão me ajudar.
- Eu vou trabalhar esse fim de semana, se quiser posso fazer segunda a tarde. E eles também vão trabalhar comigo.
- Quando der pra mim está bom.
- Eles podem pilotar também. Fica por eles.
Olha, o caminhão já estava em nossas mãos. Nesse momento pensei que tudo estava dando certo e só faltava o golpe final:
- Ótimo. Eu tenho que pagar o combustível então?
- Não precisa pagar nada, não.
- Que bom…

De Muda (2)

No sábado à noite, depois de várias guloseimas e calorias adquiridas na Festa Junina do Santa Tereza (agora meu ex-bairro) fui descansar o lombo cansado da mudança. Gente, carreguei tantas caixas, partes de guarda-roupas, cama, sacolas que nem sabia que tinha tanta coisa assim na verdade só tenho um quarto, um microondas e agora uma mesinha de tevê doada pela ex-marida, além de um jogo de pratos e xícaras, mas tudo pesa muito.

Para ajudar na mudança chamei um par de braços fortes, que trouxe a namorada para contribuir. Depois da ligação para o auxílio, passou-se algum tempo e o Iaran e a Taciana chegaram. Meu ajudante number one, muito prestativo e debochado, a cada cinco minutos olhava para mim e pergunta: “eles estão vindo de Porto Alegre né?” Ou então: “cadê os braços fortes que tu disse que estavam chegando?” Até que o casal 20 chegou e tcharã, ele não se conteve e soltou mais uma piadinha, mas desta vez direto para os dois... Devo confessar que me diverti muito nessa mudança.

Quand…

De muda (1)

Entre caixas, objetos, partes de um guarda-roupas [ah, esse hífen...] e otras cositas más estão eu o Shazan. Devo admitir que o gato mais atrapalha do que ajuda. Era óbvio que ele adoraria a situação muito mais do que eu, que tenho que guardar tudo de forma lógica e dinâmica [jogar tudo dentro, dar uma apertadinha, lacrar e nominar as caixas]. A cada cinco minutos, ou menos, tenho que tirá-lo e consertar todos os papelões que destrói.
Aos poucos o quarto vai se desmontando. No banheiro, aquele monstro do inverno que fazia um xiado quando entrava no ambiente durante a madrugada, agora já dominou os poucos metros quadrados. Com as prateleiras vazias, sem tapetes, sem xampús e condicionadores, ele se sente mais a vontade para ecoar. Já o frio que ele provoca nem sinto mais. Portanto, ele que se adone de vez do lugar, porque o banheiro já não me pertence mais...
[1. enquanto não mudo de vez, aproveito os finalmentes do acesso a internet. 2. pena é perder as várias imagens que está mudança …

Quintas são bem melhores que quartas

No dia seguinte o sol sempre volta a brilhar. É o que digo sempre! E nessa quinta-feira não foi diferente. Aliás, corrijo, foi bem diferente...

Acordei cedo porque teria que continuar a peregrinação atrás de imóvel (chique isso? Na verdade kitnet) para alugar. Ao mesmo tempo teria que trabalhar, imaginar sobre o que escreveria para a edição de sexta-feira. A quarta não havia terminado bem, mas só porque aqueles juízes conhecedores de muitos mercados profissionais haviam derrubado a obrigatoriedade do diploma.

Porém, na quinta pela manhã estava desperta desde as 8 horas, mas só levantei da cama nos tradicionais 15 minutos posteriores ao acordar. De repente me deu uma vontade de começar o dia e antes das 8h30 já havia lido os e-mails e estava no banheiro escovando os dentes com minha maravilhosa Oral B 360⁰ Pró Saúde quando o interfone tocou. Fui até a sacada, ainda de pijamas, claro, e era o vizinho radialista. Queria me entrevistar...

Sim gente, pela segunda vez - memorável - concedi uma…

Meio assim, meio assado

Estou cansada. Não é um cansaço físico, mas emocional. Creio que a palavra certa para isso seja desânimo. Não sei...

No último mês, com intensidade nas últimas duas semanas, passei todos os dias procurando alguma coisa. Cansei de procurar uma diarista, de procurar um lugar bom e barato para morar, de procurar pautas interessantes para escrever, de empresas para prestar assessoria, de procurar emprego no contra-turno. Cansei...

Esses 15 dias mais parecem o início do mês correspondente ao inferno astral. E olha que ainda faltam quase três meses para as bodas de cora [não sei o que é isso não]. Não vejo a hora de tudo se resolver...

Concurso

Estava tão atarantada que havia esquecido de imprimir o boleto da inscrição para o concurso do Ifet. No dia 12, corri até a lan house para fazer isso e site estava congestionado. Depois de uma hora com o dedinho no reload desisti de tentar. Hoje fiquei sabendo que as inscrições foram prorrogadas. Que delícia! Ainda bem que ainda tenho o dinheiro para a …

Jogo do Sete

Estava eu atualizando a leitura no blogue da queridíssima Nanda Assis, quando vi que tinha sido premiada com o Jogo do Sete. Na hora curti o lance, porque é simples e revela características da nossa personalidade aos amigos. Eu e a Nanda por exemplo, temos duas características em comum: somos distraídas e escrevemos em diários, mesmo com a tecnologia ao nosso dispor.
Agora se quiserem saber mais da guria da terra de Dona Beija [descobri essa semana que o seriado está repetindo. nessas horas eu fico puta em não ter tevê] é só clicar no link a cima e conferir o 7 Sete 7 da mineirinha. Eu, claro, já adaptei o nome do jogo. Como o dito popular: "quem conta um conto sempre aumenta um ponto"...
Bom, o jogo é bem simples. Preciso revelar sete coisas sobre mim e depois indicar alguns amigos. Provavelmente devem ser sete também. A preguiçosa da Nanda presenteou apenas quatro, mas deve ser porque ela não gosta do número sete...

SeteCoisasInesquecíveisSobreMim!


1. Eu amo meus amigos e tenh…

A linda é muito, mas muito feia mesmo

Gente, definitivamente é praga de madrinha. A tia da faxina deu o cano! E olha que sábado, cruzei com a filha dela, que já estava sabendo que sua mãe viria aqui em casa. Daí acordo cedo (5 horas da matina), até demais, para esperar a mulher às 7h30. E o que acontece? Nothing!!!
Nada da Linda, aquela tratante horrorosa. É o fim da picada... Juro que fiquei com vontade de pegar as chinelas e descer os 50 metros até a casa dela, de pijaminha mesmo. Mas estava chovendo... Enfim, terei que fazer o "trabalho sujo". .

Música POP no rodeio

O frio é intenso na terra do nunca, que neste final de semana tem recebido atrações de diversos tipo para animar a galera que veio conferir Circuito Barretos de Rodeio, etapa Videira. Na sexta, fui preparada para encarar o "sereno" da madrugada ao relento. Fui e voltei a pé de casa, mas às 4h30 da manhã nunca passaria calor no outono daqui do meio-oeste catarinense [e o povo da Bahia de certo enchendo a cara de cerveja e água de coco bem gelados].

Provas técnicas, artísticas, animação com o Fat Duo [chamar a dupla de DJ's seria ofensivo na minha opinião], shows nacionais e regionais, comidinhas, bebidinhas, a arena, os cowboys [fui paquerada e paquerei um tratador de bois de Pomerode, mas como sou guria direita, fiquei só no flerte...], enfim várias atrações estão pintando dentro e fora da arena.

Desses três dias, queria mesmo era curtir o show do Papas da Língua e com um pouco menos de umidade nos pés, frio nas costas e ar gélido no rosto, teria aproveitado 100% a noite. …

A diarista

Seja como a Claudia Rodrigues ou não, que felicidade ter encontrada a Linda. Finalmente consegui falar com a vizinha, que é diarista e tem horário livre na terça-feira pela manhã. Estava quase fazendo "catarse" no quarto e no banheiro toda semana e o resto da casa nada... Mas agora esse problema será resolvido. Melhor, a Linda irá resolver.

Outra delícia é que ela cobra R$ 5 a menos que as outras que passaram por aqui. Aliás, a última contou uma mentirinha básica. Não sei o que acontece com a gente aqui do latifúndio, todas as diaristas fogem daqui, contam uma ou mais mentirinhas como desculpas disso ou daquilo, quando ainda não falam mal da gente.

Dessa vez, a última não quis mais prestar serviço aqui em casa e veio com a cara mais deslavada do mundo dizer que tinha conseguido um emprego de carteira assinada todas as tardes... "Não vai ficar chateada comigo, mas não vou poder mais vir à tarde..." Eu apenas sorri e disse: "Tudo bem [@#* & $*+=]". E eu…

Salve Santo Antônio

Oração a Santo Antônio
Festa 13 de Junho
Comemora-se todo dia 13

Se você anda meio desorientado, precisando de uma boa proteção espiritual, capaz de afastar você da doença e dos perigos que correm nossa alma e nosso corpo, peça ajuda a Santo Antonio. Santo Antonio é também o Santo dos Namorados; muitas pessoas são ajudadas a encontrar o seu par perfeito, aquele que acaba virando casamento.
Oração Eficaz - Lembrai-vos, glorioso Santo Antonio, amigo do Menino Jesus, filho querido de Maria Imaculada, de que, nunca se ouviu dizer que alguém daqueles que têm recorrido a vós e implorado a vossa proteção, tenha sido por vós abandonado. Animado de igual confiança, venho a vós fiel consolador e amparador dos aflitos. Gemendo sob o peso dos meus pecados, me prosto a vossos pés, e pecador como sou, ouso a me apresentar diante de vós. Não rejeiteis, pois, a minha súplica (Fazer o pedido), vós que sois tão poderoso junto ao Coração de Jesus, mas escutai-a favoravelmente e dignai-vos a atendê-la. Amém.

Eu venci!

- Só por hoje eu não tomei chocolate quente da Canto Doce [a loja estava fechada e a tarde com um solzinho que aquecia o corpo]

- Não comprei chocolate em barra [cheguei a pegar uma barra de Alpino em mãos e ir até o caixa, mas devolvi a prateleira]

- Evitei a nêga maluca da padaria Videira ou Visconti [estava bem longe da XV de Novembro hoje e a Visconti estava fechada]


E ainda estou sorrindo,
pouco ansiosa,
com a gula controlada,
sem fome e nível zero de desespero
[tá, tudo bem, ontem eu comi um pedaço substancioso de bolo de chocolate bem recheadinho...]

O medo é a medida da indecisão

Tenho sentido medo ultimamente. Como a música de Lenine que reproduzo abaixo. Essa sensação, esse sentimento, tem me impedido de fazer muitas coisas ultimamente. De tomar decisões. E nada pode ser tão ruim ou com consequências catastróficas ao ponto de bloquear minhas ações. Ao ponto de manter minha indecisão sobre várias situações que requerem minha atenção 100%. A mesma sensação de agora se compara de quando entrei naquele ônibus pela primeira vez, aos 16 de janeiro de 2006... A única diferença é que agora o medo é a medida da indecisão.

Miedo
Lenine & Julieta Venegas
Pedro Guerra / Lenine / Robney Assis)



Tienen miedo del amor y no saber amar
Tienen miedo de la sombra y miedo de la luz
Tienen miedo de pedir y miedo de callar
Miedo que da miedo del miedo que da

Tienen miedo de subir y miedo de bajar
Tienen miedo de la noche y miedo del azul
Tienen miedo de escupir y miedo de aguantar
Miedo que da miedo del miedo que da

El miedo en una sombra que el temor no esquiva
El miedo as una trampa que …

Propagandas Censuradas (2)

Mais propagandas censuradas vindas daquele meu amigo publicitário que falei na primeira postagem. O que tenho para dizer-lhes agora é: De onde saiu essas, tem muito mais! Hehehe




A cegueira do Mundo...

Pior cego é aquele que não quer ver. Já diz o dito popular. E depois de ver Blindness, filme baseado na obra de José Saramago, Ensaio Sobre a Cegueira, e dirigido por Fernando Meirelles, concordo plenamente com essa fala. O filme é lindo e cruel ao mesmo tempo, ao estilo do ser humano. Somos capazes de atos benevolentes, lindos, solidários, ao mesmo tempo somos vis, falhos, ruins.

Eu vi o filme e agora deu vontade de ler o livro, muitas vezes indicado pela mãe da Karine, minha amiga de Porto Alegre, e quem me ensinou a fazer o Bolo Ovo de Páscoa, vulgarmente chamado de Bolovo pela Rou. Ela faz uma das minhas sobremesas favoritas também e que até hoje não aprendi a falar: Profiterólis [tive que colar do Google a grafia também]. A mãe da Ká faz delícias na cozinha e já fiz tantas receitas dadas por ela, que umas decorei, outras esqueci, com o passar do tempo. Mas a indicação de leitura nunca, exatamente sobre essa obra do Saramago, que até já virou peça num Porto Alegre Em Cena, visto ta…

Em busca do Elo Perdido

Neste momento vivo a procura do meu “Elo Perdido”, que defino como sendo uma kitnet no centro de Videira, ou proximidades. É gente, não é fácil vida de solteira, assalariada, sem pai e nem mãe por perto para prestar socorro [isso inclui carinho de Odete e vontades de José]. Para vocês sentirem o desespero, se vivesse no mundo surreal de Rick Marshall e seus dois filhos, Will e Holly, estaria enfrentado os sleestaks só pra ficar com a caverna deles... [adorava essa série. O Tcha-ka era o primata mais gente boa que já vi na televisão, hehehe].

Por conta desse “porém” de reduzir despesas que não almoço mais fora. Agora sou uma quase dona de casa. Sim, quase, porque faxina ainda não consigo fazer. Se não fosse a falta de uma diarista, estaria investindo com R$ 30tão a cada 15 dias no orçamento de alguém. Como não dá para evitar, procuro, além de um “apertamento”, uma profissional da limpeza para o atual habitat. Porém, não vou me estressar com tudo ao mesmo tempo, porque sou como o Jack Es…

CURIOSIDADES [super úteis também]

Se você ficar gritando por 8 anos, 7 meses e cinco dias, terá produzido energia sonora suficiente para aquecer uma xícara de café. (Não parece valer a pena.)

Se você peidar constantemente durante 6 anos e 9 meses, terá produzido gás suficiente para criar a energia de uma bomba atômica. (Agora sim!)

O coração humano produz pressão suficiente para jorrar o sangue para fora do corpo a uma distância de 10 metros. (Uau!)

O orgasmo de um porco dura 30 minutos.
(Porque a natureza foi tão generosa logo com o porco?)

Uma barata pode sobreviver 9 dias sem sua cabeça até morrer de fome. (Ainda não consegui esquecer o porco)

Bater a sua cabeça contra a parede continuamente gasta em média 150 calorias por hora. (Não tente isso em casa; talvez no trabalho!)

O louva-deus macho não pode copular enquanto a sua cabeça estiver conectada ao corpo. A fêmea inicia o ato sexual arrancando-lhe a cabeça. ('Taí a origem do ditado: perde-se a cabeça por um bom .....')

A pulga pode pular até 350 vezes o c…

Noite de Lua Cheia...

Foto de Marco Sakai - Igreja Matriz de Videira

É sempre em noites frias ou de inverno que ela se faz assim, resplandecente. Hoje não foi diferente. A noite "caía" sobre a cidade e nem eram 18 horas ainda. Porém, ela estava lá, imponente, cheia e brilhante, iluminando o céu. Não foi difícil de lembrar de uma noite de frio tão intenso, que até batia o queixo no carro sem ar condicionado, numa estrada comprida entre os Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Em cima de nós estava aquela imensidão azul escuro, pontilhada de diamantes de vários quilates. No meio, o queijo branco. Lembro-me da minha coragem em abrir a janela, sob o olhar curioso e até de protesto do motorista [tom sem freio], esticar o braço pra cima na tentativa de agarrar uma, apenas uma delas pra mim, de tão perto que pareciam estar. Definitivamente a noite mais bonita que já presenciei na minha vida. Mas nos últimos tempos, a Lua, só a Lua Cheia tem me bastado. Ela aparece assim pra nós, como na foto, pra …

Propagandas censuradas (1)

Tenho um colega de comunicação gente boa pacas, trabalhador pra caralho,
mas com um tempinho de folga o publicitário extremamente qualificado só manda essas cacas! Hehehe. Vá entender... Ok, tudo bem: E eu, que nem sou tão gabaritada quanto o homem, republico suas mensagens... Então divirta-se galera.


* * *
Putz, e desse lado de cá continua frio pra cusco nenhum por defeito. Ele já nem renguea mais, coitado! Zero graus às 6 horas da matina...

Eu nunca fui um urso polar

Em minhas outras vidas, nunca fui um urso polar. Eles não devem sentir frio, como eu sinto a cada inverno que passo em Videira, mas este em especial é ainda mais intenso e nem toda a roupa do Mundo me aqueceria. Ah, aí está outra diferença que nos marca. Esses bichinhos lindos e selvagens não usam roupas. Têm pêlos [Os odeio! Todo mês, após o ciclo menstrual eu vou lá “naquela exorcista” e tiro todos, apenas com dó e piedade de mim mesma, por me infligir tal dor]! Na minha cidade o clima é frio durante três meses do ano, mas lá, no Círculo Polar Norte, o cenário é branquinho... de tanto gelo. Aqui, no máximo, tem umas geadinhas.

Tenho procurado ficar ignorante sobre a temperatura que faz diariamente na cidade. O ar cortante ao sair na rua já me diz que é baixa. As lágrimas começam a escorrer como se estivesse num choro convulsivo. Acabo me recolhendo cedo no inverno. Deito com frio e levanto tarde, com frio também. Eu e o Shazan, que só sai às ruas para suas necessidades básicas e vol…

Airbus desaparecido mandou mensagem avisando de pane elétrica, diz Air France

Avião com 228 a bordo sumiu dos radares no Atlântico próximo ao Brasil. Voo AF 447, que saiu do Rio rumo a Paris, pode ter sido atingido por raio


A companhia Air France informou que o Airbus que sumiu sobre o Oceano Atlântico quando ia do Rio de Janeiro a Paris mandou uma mensagem automática às 2h14 GMT desta segunda-feira (23h14 de domingo em Brasília) avisando sobre uma pane elétrica.

O aviso teria sido mandado depois que a aeronave, um Airbus 330-200, atravessou uma área de tempestade, em que enfrentou forte turbulência.

Continue acompanhando essa notícia no site daG1

* * *

Destino. Não consigo acreditar em outra possibilidade para a tragédia que se anuncia a respeito deste "acidente". Não dá para saber quando chega a hora da partida, segundo meu pai, só o "grande arquiteto" do Mundo é que sabe disso. Mesmo assim, por um ou por outro, a vida tem dessas surpresas, nem sempre agradáveis.

Se eu fiquei chocada ao ler as notícias na web, imagina os familiares, amigos e col…