Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

Preciso da curva

Amanhã talvez
Esse temporal saia do caminho
Dá pra escrever
O papel aceita toda qualquer coisa Por hoje é só
Vou deixar passar a tempestade
Talvez amanhã
Água pura e toda verdade Mar azul, céu azul sem nuvens
Logo ali depois da curva... [Depois da Curva - Pouca Vogal]

Assim caminha a humanidade

É assim. Demoro pra decidir. Mas quando ponho pé, ninguém me faz arredar. E foi assim que entrei nessa vida louca de trabalho e estudos. Pois decidi que até dezembro serei funcionária pública.
Quero ganhar bem. Vou ganhar bem, por que cansei de contar os trocados, de ter que planejar o que quero, optar por um ou outro, e esperar até um ano para poder obter algo que nem é tão caro assim.
Cansei de ver minha mãe economizar pra manter um padrão de vida que meu pai conseguiu conquistar, mas que de longe está em qualidade. Meu núcleo familiar hoje se resume em duas pessoas. É pouco. E se tivesse que manter eu e minha mãe, sozinha, não conseguiria. Chega.
Não sei quanto tempo serei servidora pública. Estou me propondo em até me desviar da minha profissão. E, sei, que em breve poderei optar pelo melhor dos três concursos que serei aprovada.
A realidade financeira de um jornalista é de longe a ideal para que se mantenha o prazer que tenho pela carreira. Não vou desistir dela. Jamais. Estou…

Nos phones: o camaleão

David Bowie tá velhinho, mas continua sexy e mandando muito bem no mundo fonográfico. É o que vai embalar minha semana. #Amo

Nos phones: meu amor de sempre

Porto Alegre adormeceu e amanheceu chuvosa. Pra melhorar esse dia, cinza, só quem canta macio o amor. Semana dedicada a Djavan, com seu mais recente trabalho: Rua dos Amores (2012). #Amo #MusicoLindo #Classico #imperdivel #Djavan #Romantico

Todo amor que eu tiver nessa vida, pra ti mãe

Dia 28, minha mãe linda comemorou 72 anos ao lado de suas irmãs. Estou feliz que esteja passeando, descansando e sendo mimada pela família, em sua cidade natal. Mas, tô com uma saudade da minha velha... Louca pra dar um upa bem apertado nela e dizer: Mamãe, eu te amo.