sábado, 1 de julho de 2017

Pasmem! Eu faço pilako.



Minha mãe tinha razão. O problema não é praticar Pilako – como ela dizia. É se manter sobre a bola, apoiá-la nas costas, pressionar entre as pernas. 

Êta coisa mais difícil! Ainda se fossem duas bolas, eu até faria com prazer. Com prazer...

Nenhum comentário: