quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Oi 2014, seja bem-vindo


Eu pisquei e 2013 foi embora. Fui ao banheiro, fiz um brinde, dei abraços, recebi felicitações, comi, troquei presentes e já haviam passado as primeiras horas de 2014. E hoje é o dia 2 do ano novo. E o que lembro é que não fiz o balanço de final de ano. Ao menos de forma concentrada, efetiva; apenas no divã da minha terapeuta. E, mesmo superficialmente, o saldo foi positivo.

Despeço-me de 2013 com muitas conquistas pessoais e profissionais importantes. Com a coesão emocional e sentimental estruturada na família. E com a certeza de que plantei o meu melhor em muitos momentos.

Nos últimos doze meses eu quis trocar de emprego: praticar o que aprendi, prosperar profissionalmente, ter um rendimento melhor e ainda buscar novos aprendizados. E consegui. E para manter as besteirinhas, ainda tive uns frilas. No ano que passou eu fui sorteada nos meus dois consórcios. Também voltei para o inglês, a praticar yoga e tentei buscar uma vida mais saudável... Tudo bem, isso eu não consegui, mas estou na luta.

Foram muitos os ganhos. Digo que, na balança, um acontecimento negativo colocou no mesmo nível todas as benfeitorias que os astros me destinaram. Mesmo assim, considero-os muito valiosos se ainda considerar o que eu tenho aprendido. Pouco a pouco, no ano velho, busquei me tornar um ser humano melhor. Acho que estou no caminho certo... As chances são boas.

Ao final de 2013, para ser aplicado ao longo deste ano, não me recordo de ter feito pedidos absurdos. Fiz apenas um. Parcimônia... Tá. Pensando bem, fiz um kit de pedidos, mentalmente. Quero temperança para conviver bons momentos com minha família, amigos e colegas. Capacidade para desenvolver bons projetos no trabalho. Ter uma convivência harmoniosa e produtiva com os colegas. Equilíbrio e inteligência para estudar. E paciência, muita paciência, e esperança... e amar e ser amada.

Na verdade, para este ano eu quero o que sempre quis. E um pouco mais desta vez. Muito pelo ângulo da ciência. Talvez quase nada pelo ponto de vista de quem tem fé. E eu tenho.


Um comentário:

Lidia Ferreira disse...

Pois e amiga são nosso sonhos e desejos que nos leva para frente nos mantem viva
Te desejo que seus sonhos se realizem
bjs