domingo, 5 de maio de 2013

POA: antes tarde do que nunca...


Porto Alegre é demais
É difícil não gostar de Porto Alegre. Tudo bem, eu sou suspeita para falar disso, afinal, nasci aqui. Mas quem vem, volta, por que Porto Alegre é demais.
Aqui tem espaços culturais para todos os gostos: do popular ao erudito. Tanto pago, quanto gratuito. Temos parques e praças abertos 24 horas, temos áreas arborizadas por tudo que é lado [mesmo o prefeito aniquilando com 100 delas de uma só vez]. Há educação de qualidade, programas de saúde pública e outros serviços.
Somos uma capital bem estruturada. Com problemas em vários setores, mas, mesmo assim, bem servida. Estamos longe de ser uma metrópole, mas, ao mesmo tempo, dispomos de benefícios que muitos cidadãos de grandes cidades nem pensam em ter acesso.
Essa cidade que começou com 60 casais completou 241 anos ao final do mês de março. E mesmo sendo difícil se manter cidadã por aqui, certamente por decadentes e decorrentes administradores públicos, tenho certeza de que essas pessoas do passado teriam orgulho do que plantaram para o presente. Eu agradeço a eles, aos precursores açorianos, pois, realmente, Porto Alegre me tem, tão sentimental... Porto Alegre é demais!

Nenhum comentário: