domingo, 3 de fevereiro de 2013

Meu Christian...

Eu tenho um Christian pra mim. Só meu. E não estou falando do Grey. Mas de um muito melhor. Do cheiroso... Dior. É. Não resisti ao seu charme.

Tudo começou há uns 13 anos, quando tive meu primeiro contato com ele. Uma colega de trabalho nos apresentou, ali mesmo, na mesma loja em que o peguei e o trouxe pra casa, na última semana.

A Zilda já sabia que poderia ser amor a primeira vista. Eu tentei resistir por esses anos todos ao nosso sentimento, mas não pude evitar. A primeira borrifada marcou minha pele pra sempre. Nunca esqueci seu cheiro. J´Adore...

Fiquei um pouco indecisa para comprá-lo. Afinal, 30 ml é tão pouco e os reais são muitos... Usei o provador, por abuso mesmo, pois já tinha certeza de que o amava. Além do parfum, provei o toilette da mesma essência. Amei mais ainda.

Depois que se experimenta perfume uma vez na vida [e isso pra mim aconteceu aos 15 anos, quando ganhei muitos deles, mas usufrui de um ou dois apenas, pois minha irmã acabou com todos eles em dois anos] não adianta disfarçar com produtos Boticário. Foi então que decidi investir. E por longos 10 meses arcarei com as consequências de ser uma cheirosa. Linda e cheirosa.

2 comentários:

Anônimo disse...

Ainda bem que minhas passagens pelos Dutyfrees garantem meus J'Adores....baratinhos baratinhos!!!
AMO!!!
Rou.

Cor de Rosa e Carvão disse...

Rou, querida, hoje mesmo eu vi uma sacola da Dutyfrees e pensei logo, logo nos meus perfuminhos...