domingo, 18 de novembro de 2012

Príncipe ou Sapo?


Ele era feio. Não adiantou tanto carinho e gentilezas. Mas ela já sabia disso. Deduziu, depois de tantas conversas trocadas onde ele se esquivava. Não queria saber de ser rejeitado, caso ela o visse antes de poder conquistá-la.

A jovem não estava para meias palavras. Mesmo receosa, manteve-se firme em seus propósitos de que o amor não escolhe morada. Chega e pronto. Decidiu dar créditos ao rapaz, mesmo sabendo que ele era tudo que não gostava e foi ao encontro do príncipe sapo.

Não lhe foi surpresa que ele fosse um ogro. E o beijou mesmo assim. Foi ruim e ele continuou feio. Mas o pior ainda estava por vir. No dia seguinte, a realidade à luz do sol revelou que o príncipe sapo havia se transformado durante a noite. Ficou só sapo...


3 comentários:

Silvia Angélica Palma disse...

Hum, malandrona..gamou né?..hehe

Cor de Rosa e Carvão disse...

Nãoooo. Encarei o bicho, mas não gamei não. Queria era correr! Pra quem meu coração piscou, ele não gamou. :(

jana disse...

Mas é um sapo rico....
Come pão com salamito, kkkk