domingo, 25 de novembro de 2012

De novo, a língua do Tio Sam

Oh shit! Meu inglês está indo de mal a pior. Esse semestre dei um time no cursinho de escola. Aliás, esse semestre minha programação para dar um up grade na carreira foi-se. Dispersei. Sai do foco. E o inglês é sempre o primeiro a descambar.

Também é o que mais sinto falta. Não por que goste, mas pela necessidade. Nas férias acadêmicas, recebi uma ligação a pedido da chefia para que uma colega atendesse a um chamado em inglês. A guria foi no banheiro e fiquei eu ali no Hello, the moment please. Sim, ele me entendeu e eu também o entendi.

Absurdo ficar orgulhosa por dizer e entender o básico, mas fiquei. E também no mesmo instante joguei a “bola” de volta para o gabinete do chefe. A coleguxa tremeu nas bases. Logo ela que sempre enche a boca para dizer I speak english. Bá...

Bom, quatro meses sem ler, ouvir e falar nada da língua gringa. Mas vou aproveitar que dezembro tudo começa a ficar mais slack, dull, slow para retomar os estudos, ao menos de forma autodidata. Eu posso, sei disso.

Nenhum comentário: