domingo, 18 de setembro de 2011

Aqui todos são faca na bota!!



Os comerciais do grupo Zaffari e Bourbon sempre me emocionam. Aliás, a agência de publicidade que os atende trabalha bem esse aspecto. A emoção!

Esse filme é antigo. De 2009. Mas não tanto quanto o Movimento Farroupilha, que durou dez anos [entre setembro de 1935 e 1945], se não me engano. Como todo conterrâneo, tenho orgulho de ser gaúcha. Mas a revolução, que tem como referência o primeiro ano do movimento, me deixa ora "revoltosa", ora orgulhosa.

Não sei bem se essas expressões revelam bem o que sinto. Por isso vou explicar. O momento era de decepção por causa da displicência imperialista com o Estado gaúcho e seu povo. E agarrido e bravo como somos [o hino foi composto durante o movimento], não demorou para os coronéis buscarem na ponta da foca o que achavam serem seus de direito. Só que, para ajudar nessa conquista, colocaram no front quem? Os lanceiros negros!

É. Para conquistarmos a liberdade [meu Estado natal foi um dos últimos a abolir a escravatura, ao que me lembro...], meus antepassados negros lutaram na guerra dos grandes, dos sinhozinhos. Os lanceiros só sabiam que, ao final de tudo, e se ainda estivessem vivos, ganhariam a alforria. Muitos não puderam sentir o gosto da liberdade. Ou por que morreram ou por que foram enganados...


Talvez devesse sentir orgulho duplo. Afinal, os negros lutaram por liberdade numa guerra que não lhes pertenciam. Mas cumpriram sua parte. Orgulho duplo por hoje ser uma afrodescendente nesta terra, graças aos seus feitos do passado. E que aqui, na ponta do Sul do Brasil, independente da raça ou da etnia, todos são faca na bota.

Um comentário:

jana disse...

tem recado no msn. entra lah.