quinta-feira, 4 de agosto de 2011

... e voltei a sorrir!

Tive um momento de fraqueza hoje. De raiva, de temeridade. Mas quem disse que seria fácil por tudo nos eixos - e ainda de uma só vez? Não, não...

As lágrimas foram inevitáveis por alguns segundos. Aquela sensação de frustração, de derrota... Mas o telefone não me deixou choramingar por muito tempo. Duas vozes familiares e uma estranha foram suficientes para cessar a crise que se intensificava. Duas lágrimas, um pensamento lastimoso e pronto, tudo voltou a clarear.

Disfarcei o choro, atendi as ligações, fui educada. Senti-me melhor em minutos. E comecei a pensar sobre o obstáculo que teria que transpor, nas conseqüências negativas que ele acarretaria nas minhas metas e no que precisaria fazer para que ele seja transposto com eficiência. Ufa! Nada impossível. Como tudo na vida.

Talvez seja menos um motivo de comemoração nos próximos dias. Mas, com certeza, será um ponto positivo ao final do ano, quando ver que terei resolvido esse problema ou vencido uma dificuldade. E voltei a sorrir!

2 comentários:

Luci Cardinelli disse...

Todo mal sempre traz algo bom! E muitas vezes lá na frente vemos com olhos diferentes. Bem, estou opinando sem saber o que é, mas desejo que seja vencedora no final :)

beijosss

Cor de Rosa e Carvão disse...

Luci

Obrigada pelo apoio. É um pequeno problema no geral, mas grande demais para o momento. Vou com calma, mas firmeza e sim, serei vencedora.

Um beijo!