sexta-feira, 8 de julho de 2011

Simples assim!



Hoje o frio deu uma folga para nós, gaúchos. Depois de viver meio inverno em Porto Alegre, no ano passado, esse está sendo de renguear cusco - mesmo! Tanto que me faz contar os meses para a primavera chegar. O bom é que dos três meses da estação, faltam apenas dois.

E passa rápido. O tempo se comporta assim quando começamos a contá-lo. Efêmero. Brincalhão. Daqui a algumas semanas eu completo 12 meses do retorno ao lar. E parece que foi ontem...

No contratempo está meu momento atual. Em maio eu me declarei desempregada e isso parece uma eternidade... Talvez seja por que estava vivendo meu ano sabático. E dele, pulei direto para a busca pelo lugar ao sol. Daí me dá essa impressão: de uma eternidade.

Mas, na verdade, não posso reclamar. E não estou. Afinal, nesses dois meses não tenho me empenhado para tanto. Encaminhei mais currículos e participei de seleções em número maior no primeiro quadrimestre do ano do que nos últimos 60 dias.

Em compensação tenho feito muitas outras coisas. Tido outros cuidados comigo e os meus, que em nenhum outro momento me seria possível. O que me deixa tranqüila. E feliz! É. A felicidade tem dessas coisas de deixar a gente boba [e faceira] com a simplicidade da vida.

4 comentários:

Gaúcho disse...

Coisa boa o calorzinho dessa semana, não? Vamos combinar, com um frio desses não dá pra ser feliz! Sabe que quando a massa fria chegou ao Estado, encontrei um bilhete na minha cama, logo que acordei, dizendo:

"Flavio, vamos sumir por uns tempos. Quando esquentar, voltaremos.
Ass: seus testículos"

Por precaução atei uma cordinha na ponta da fimose. Sabe como é, precisamos urinar.

É isso.

Abraços, Carbonífera.

Nêga disse...

Gaúcho

Tu me diverte pacas! Tenho um amigo que mora em SC e lá as marcas ficam abaico de zero, sempre. Ele me disse essa semana que não vê o pinto dele há tempos... Hehehehe. Pior, é que o "amiguinho" nem bilhete deixou. Foi embora e ponto. Viu? Sempre pode ter casos piores. Hehehehe

Gaúcho disse...

Minha amigona, com relação ao que você escreveu lá no meu blog, tenho que comentar.

1) Eu não sou poeta (nem tenho pretensão)
2) Tem tanta merda por aí, eu vou escrever as minhas também.
3) Eu sou meigo, sim. E bonitinho!
4) Gosto muito de você, flor de ébano.
5) Flor de ébano foi o fim da picada.

Beijos, Carbonífera

Gaúcho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.