terça-feira, 14 de junho de 2011

Bem-me-quer, Mal-me-quer...



Tudo bem no Dia dos Namorados. Nenhuma crise. Talvez por que tenha caído no domingo. O mesmo dia em que cumpro um ritual: caipirinha, churrasco, cervejas... Muitas cervejas. E como é inverno, vinho para fechar o dia. Então nem senti a solidão amorosa.

Liguei para amigos e brinquei até. Recebi mensagens e ligações também. Afinal, os solteiros estão na mesma situação. Sozinhos. Alguns bem consigo mesmos. E, acredito, que esteja nesse subgrupo. Não posso reclamar de passar a data sozinha. Diferente seria o contrário. Então, sem dores.

Nem ao lembrar que a poucos anos atrás pedi o cara que, na época amava desesperadamente, em namoro. No dia 11 enviei flores e um pedido a “lá Nêga”. Inusitado ao menos. Tive êxito, embora a resposta tenha vindo três dias depois e por Messenger. Bem o tipo do [ex]querido. Também foi dele que tive 599 desilusões.

Isso quer dizer que sou um ser amorosamente insistente. Imagine saber que errar uma vez é normal, a segunda é teimosia e a terceira é ser rainha da burrice. Ou dar soco em ponta de faca. Ou se jogar em frente ao caminhão e ainda pedir pro condutor dar uma rezinha para, depois, terminar de destruir o outro ladinho do corpo passando por cima de novo.

Tudo bem. Pintando o quadro dessa forma, diria que sou emocionalmente perturbada para promover o auto-sofrimento assim. Fazer o que se invisto no amor, na relação, de todas as formas possíveis? Uma coisa é certa: ninguém, muito menos eu ou ele, pode dizer que não tentei...

O bom é que tudo parece ter passado. Página virada. Terminado. Esgotado. Finalizado. E agora estou pronta, eu e meu singelo coração palpitante, a tentar um novo amor. E que ele venha logo. A galope. Por que a vida está aí para se viver, intensamente. Ou de forma bem criativa, como só eu sei como pode ser...

2 comentários:

Silvia Angélica Palma disse...

Falei com o cara que recebeu essas flores hoje....

Tu é muito marmota mesmo né?

Se mandasse um porco a pururuca ele tava contigo até hoje..uahuahauhauah

Nega disse...

Silvitcha! Hehehehehe. É a mais pura verdade... Nunca vi gordo vegetariano, mas carnívoro... Hehehehehe.