terça-feira, 19 de abril de 2011

Diário Dietético: Vou ser magra!



Hoje a tarde fui ao meu primeiro encontro com a nutricionista. [Ih, agora que me dei conta. Essa semana parece que será a semana dos primeiros encontros...] E foi bom. Muito bom!

Pela segunda vez nessa semana, alguém me disse que é possível atingir minhas metas, sem fazer cara feia ou desestimular. Ao todo, tenho percebido que muita gente tem me dito “sim”. Logo, este ano é o ano das possibilidades. E vejo isso como um fator positivo. Pois transformo as possibilidades em oportunidades. Isso é tudo que quero para esta nova fase que em encontro. Oportunidade.

Bom, continuando... Depois de uma longa entrevista, de ter me pesado [e medido também, a balança dela é moderna], falamos da dinâmica do nosso trabalho e das minhas metas. Serão encontros mensais de acompanhamento, onde vamos avaliar em conjunto como transcorreram os últimos 30 dias e os progressos e dificuldades que enfrentei com o plano [ou seja, a tal dieta que ela irá me passar]. Dicas, dúvidas, orientações e outros por quês podem ser elucidados por email ou celular. Bom também!

Mas o melhor de tudo ficou para o final. Ela me perguntou aonde eu quero chegar. Eu disse que, a princípio, ficarei feliz ao emagrecer, ao menos, de 15 a 20 kg até dezembro. Mas que almejava chegar aos 95 kg. Pasmem: é possível! Bem possível. Obviamente que tudo dependerá de um conjunto de ações aplicado e da minha dedicação, no entanto, a nutróloga afirmou que não será nada doloroso e nem dificultoso essa meta.

Sorri. Não. Respirei aliviada. Não. Os dois. Isso: respirei e sorri aliviada. E quando ela me mostrou a foto de uma cliente, que recebe seu acompanhamento há um ano e meio aproximadamente, quase a abracei e beijei. A mulher pesava 115 kg e agora está com 68, com um programa de reeducação alimentar e exercícios. E pasmem – pela segunda vez: a cliente emagreceu os primeiros 30 quilos em aproximadamente nove meses. Oba!

Fim da consulta. Sai de lá com horário para daqui a 30 dias, pilhada. Feliz. Vou ser magra!

[Entendam: meu magro não necessariamente significa ser magra. Mas feliz com minha gordura, de novo]

5 comentários:

Gaúcho disse...

Tô gostando de ver! Ou de ler, melhor dizendo. Nada como uma pessoa decidida, abnegada! Veni, vidi, vici!

Quando você estiver com 60kg, fará um ensaio erótico aqui no CRC, tá?

Beijos do Gaúcho.

Cor de Rosa e Carvão disse...

Querido Gaúcho

Minha nutricionista me fez acreditar que é fácil demais. Então, também tive fé.

Ah, o ensaio erótico sai, mas no blog para maiores. Ou proibido... Hehehe. Mas 60 kg é coisa de louco né? Nem pensar que quero ficar seca. Gosto de oferecer sustância. Hehehe.

Beijos

jana disse...

nega que bom que tomou essa decisão.
melhor do que chupar aqueles 700 limões que vc inventou, kkkk
ja fui em uma nutricionista fazer um regime de engorde, kkkk
e deu certo, engordei uns 5 kg

Cor de Rosa e Carvão disse...

Jana!

Eu não desisti do limão, não. hahahaha. Mas bem lembrado. Vou conversar com a minha nutricionaista sobre a Cura do Limão. Dá um trabalho guria... E não posso estar no ciclo mesntrual para fazer. Por isso ainda não me encorajei.

Beijo

Palavras Vagabundas disse...

Vim lá do Fina Flor, gostei daqui vou voltar sempre!
abs
Jussara