Pular para o conteúdo principal

Seca aqui, chuva lá...


Os excessos. Aqui no Sul - especificamente em Bagé, que fica na região da campanha e é cidade fronteiriça com o Uruguai - há seca. A localidade está em situação de emergência por causa da estiagem. O gado está morrendo e os rios secando.

Enquanto isso, no Sudeste brasileiro, a região serrana do Rio de Janeiro sofre com a maior tragédia natural enfrentada pelo Brasil. Nunca visto antes por nós. A não ser pela tevê. Populações de outros países já enfrentaram muitos caos naturais em outros momentos. Agora, estamos todos bestificados com a situação que estamos enfrentando.

Sim. A mãe natureza também sabe ser vingativa quando seus filhos fazem mal criação. Mas uma hora a gente aprende a respeitá-la. Por hora, espero apenas que São Pedro segure as lágrimas sobre os cariocas e volte seu olhar, e seu pranto, sobre a seca da campanha gaúcha. Pra equilibrar...

* * *

Porto Alegre e região metropolitana está ajudando as vítimas das enchentes no Rio de Janeiro. Os postos de coletas de doações estão no:

CAIS DO PORTO - Armazém A-7


A partir deste sábado, o posto fica aberto das 8h às 20h, para o recebimento de alimentos não-perecíveis, roupas e sapatos. O plantão da Defesa Civil atende pelos telefones 199 ou (51) 3210.4219.

PREFEITURA DE PORTO ALEGRE

A Defesa Civil Municipal abre na segunda-feira a campanha de arrecadação. Um caminhão da Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (Smic) vai receber roupas e alimentos não-perecíveis, além de materiais de construção, das 9h às 18h, no Largo Glênio Peres, ao lado do Mercado Público.

CÂMARA DE VEREADORES DE PORTO ALEGRE

O Legislativo da Capital irá reunir alimentos não-perecíveis, além de roupas e calçados. As urnas ficam na entrada do 1º andar do prédio da Câmara, na avenida Loureiro da Silva, 255. O expediente vai das 8h30min às 18h, de segunda a quinta-feira, e das 8h30min às 16h30min, às sextas-feiras.

TRENSURB

Caixas coletoras foram instaladas nas 17 estações e no prédio administrativo da empresa (av. Ernesto Neugebauer, 1985) para o recebimento de roupas e alimentos não-perecíveis.

SINDISAÚDE

A partir de segunda-feira, o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde passa a receber roupas e alimentos não-perecíveis na Clínica da entidade sindical e na Associação dos Servidores do Hospital de Clínicas (Ashclin). A Clínica do Sindisaúde fica na Vicente da Fontoura, 2222 (bairro Rio Branco) e atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h. Já a Associação dos Servidores do Hospital de Clínicas (Ashclin) fica na Ramiro Barcelos, 2.350 (bairro Santa Cecília) e atende de segunda a sexta, das 7h30min às 17h.

LINHA TURISMO

Toda a receita gerada na venda dos tickets do citytour Linha Turismo, de Porto Alegre, em 18, 19 e 20 de janeiro, vai ser revertida em donativos, como alimentos e roupas, para as vítimas da tragédia no Rio. Os passageiros que fizerem o passeio nos três dias da campanha receberão um folheto, no ato da compra, informando sobre a campanha. O Linha Turismo tem quatro roteiros diários, às 9h, 10h30, 13h30 e 15h30 , ao preço de R$ 15 - tarifa única a partir deste sábado. O terminal de embarque e a central de venda de ingressos ficam na Travessa do Carmo, 84, no bairro Cidade Baixa.


Fonte: Jornal Correio do Povo

Comentários

Afrodite disse…
Como carioca que sou e transtornada também com o que acontece aqui aos vizinho,te agradeço!
Um beijo!
Afrodite
jana disse…
oi, manda o link do blogg
eu não achei no teu perfil....
ou será que é o que vc participa que estava falando? esse eu achei, bjs
Frô - Nesses e em outros momentos, a gente tem que se dar as mãos. Beijo.

Jana - Guria, tu tem que clicar na fotinho. Tão todos lá... www.meupaiaco.blogspot.com Beijo
Sexo Verbal disse…
Gaúcho deve gostar mesmo de carioca. Pelo que li, estamos (Exército inclusive) ajudando muito o povo de lá, com doações. Independente de onde for, somos todos brasileiros e irmãos, não é?
Vamos ajudar.

Beijos!
Arione Torres disse…
Olá, sou Arione. Seu blog é lindo. Estou seguindo o blog. Segue o meu?
http://arionetorrres.blogspot.com
Tchau...
Gaúcho, eu, particularmente, gosto mesmo! Hehehehe. Mas podia ser no Acre, que tava valendo...

Arione, obrigada pela visita. Fui retribuir, mas o blogspot me disse que esse link não existe... E agora josé?

Postagens mais visitadas deste blog

Se o queijo mofou está estragado [1]

Errado! E só soube disso uma semana depois de ter posto aproximadamente um quilo de queijo colonial no lixo, cheia de dó no pensamento, no estômago e principalmente nos olhos. Logo eu, que sou como avestruz e como até pedra com pimenta do reino moída na hora [se não for assim eu não gosto].

O fato aconteceu logo que vim de casa, após comemorar meu aniversário com minha família e amigos do peito [Jana, sua jararaca, não se inclua nesse núcleo]. Na bagagem sempre trago vários mimos e a cesta básica patrocinada pelo Araújo. Mas, dessa vez, tinha algo a mais: duas metades de queijo redondo, de diferentes sabores, no estilo colonial.

Depois de uma semana degustando o melhor deles, aquele mais branquinho e molinho, levemente salgado - diria que quase um polenguinho - decidi saborear o outro, mais amarelinho, sequinho e oleoso, com doce de leite. Dez dias a base de queijo e salame e enjoei. Sob orientação da minha mãe, deixei os queijos num pote bem ventilado, a sombra.

Mas a umidade no Flat fo…

Sóis

Sexta-feira de manhã. Não precisei abrir o aplicativo que controla meu ciclo menstrual para saber que estava de TPM. O mau humor era latente e já o percebia insuportável até para mim. E chovia. Muito. Dia perfeito para ficar em casa, hibernando, como costumo definir dias e este estado de espírito. Mas não. Tinha que encontrar um amigo-cliente, que ontem estava sem comunicação via smartphone. Não havia escapatória. Teria que ir.
Fechava assim meu período de pré-aniversário, antecipadamente. Não suportaria mais uma semana. Teria eu mesmo que dar o start em novas energias e começar Setembro com os dois pés direitos.
E hoje, no primeiro dia do mês, ainda cinza e molhado por aqui no Sul do país, um novo sol surgia. Mesmo que ainda de TPM, a virada do mês sopra em mim mudanças. Novos tempos. Renovação.
Fiz a mesma coisa que nos últimos sábados do calendário letivo. Acordei, peguei a mochila gasta e sai respirando o ar úmido e cheio de partículas de vida e possibilidades dentro de mim. E quand…

Atrás da folhinha verde?

Eu já cansei desse papo de superação feminina, até no sexo. A gente tem que saber plantar bananeira, beijar a brasileira, a japonês e agora até beijo grego. Tem doido que gosta de mal tempo inclusive na cama e pede para a parceira a chuva dourada ou a chuva negra. Ai, eu gosto de uma "pimentinha", como diz o Enfil, mas essa loucura eu estou passando.

"Eu quero a sorte de um amor [sexo] tranquilo, com sabor de fruta mordida". Pronto. Nem mais, nem menos. Sou a favor de um comportamento ecologicamente correto, mas não estou na pilha de aprender a fazer a folhinha verde. Não, não!

Agora, se quiser saber mais sobre minha indignação a respeito da liberdade sexual, vá no Sexo Verbal e leia meu texto sobre o assunto. Ah! E não esqueça de opinar. Eu gosto tanto de lero, lero... Principalmente sobre sexo.