segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Um dia eu gabarito...


Não gosto de estudar. Pronto. Falei! Acho chato demais e sempre acabo evitando o máximo que posso. Porém, quando começo a fazer a leitura técnica, me surpreendo. Não tinha me dado conta de que adquirir conhecimento sempre me traz uma agradável sensação. Prazer mesmo. Mesmo que seja especificamente para concurso público.

Tá. Não vou exagerar. Eu não morro de paixão por leis e estatutos não. Mas, tem coisas que não insuportáveis e nem difíceis como pensamos. Foi o que aconteceu na madrugada desse sábado. Deixei de lado a leitura de Brumas de Avalon para ler, uma única vez, o conteúdo de legislação para um certame ao qual estou inscrita há mais de 30 dias. Comecei a ler o regimento interno da universidade federal e a coisa fluiu, pois não era maçante. Até gostei...

Mas a técnica não é muito boa. No domingo estava cansada. Tinha o sono se manifestando no meio da prova, bem na parte dos conhecimentos específicos e tudo que queria, então, era a minha cama, em casa... Mas ainda restavam 20 questões específicas a área de comunicação. O negócio foi ir até o banheiro e lavar o rosto, me refrescar, pois o sol brilhava do lado de fora do colégio. Intenso.

Por outro lado, a minha técnica funcionou. Ler uma única vez o conteúdo e pouco antes de fazer a prova, me fez responder, com certeza duas, das cinco questões de legislação. Ficar em dúvida em uma [e, com certeza também, errar outras duas], pois apostei na apostila errada de legislação. Eles não queriam saber se eu sabia o que rege um funcionário da UFRGS, mas, sim, um funcionário público federal. Ou seja: todas as questões eram sobre a legislação federal... Erc!

Tudo bem! Isso só serviu para reafirmar uma coisa. É possível ser funcionário público, desde que se estude. As provas são fáceis. E podem ser ainda mais para quem domina o conteúdo, que vem discriminado no edital. Só não trabalha para o município, estado ou união quem não quer e gosta de jogar dinheiro fora. Como eu...

4 comentários:

Gaúcho disse...

Então quer mamar nas generosas tetas do Governo, hã? Espero que seja uma teta bem grande, cheia de leite. Estude, fia! Estude até não poder mais, aí, respire fundo e estude mais um pouco. Quando desmaiar, não esqueça de desmaiar com a cabeça sobre os livros, aí quando você acordar, a matéria terá entrado toda no teu "sélebro" por osmose.

Você sabe que eu confio no teu poder rosáceo e carbonífero, não sabe?

Beijos.

Cor de Rosa e Carvão disse...

Sei?! Hehehe. Sim, eu sei. Putz Gaúcho, tu me diverte pacas, tchê.

Ao final desse ciclo de estudos que indicas, eu nem vou precisar ir até o local das provas do certame. Preencherei a grade de respostas por telepatia. ;)

Afrodite disse...

Amiga,
Ando fazendo planos para o mesmo:entrar em um concurso público e tirar o pé da lama!
Marido aqui já trabalha pro Governo Federal.Estou fazendo o mesmo,buscando uma vaga pra mim!
Beijo!

Anônimo disse...

aFRÔdite

Queridona, não se acabrunhe não. A gente vai vencer essa, em algum momento. Hehehehe. Mire-se no exemplo do maridão... Bjocas

CRC