segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Amor e Paz


...

Farei o possível para não amar demais as pessoas, sobretudo por causa das pessoas. Às vezes o amor que se dá pesa, quase como uma responsabilidade na pessoa que o recebe. Eu tenho essa tendência geral para exagerar, e resolvi tentar não exigir dos outros senão o mínimo. É uma forma de paz

...
Clarice Lispector

5 comentários:

Lidia Ferreira disse...

Minha querida,
Clarice Lispector e maravilhosa
bjs

Pimenta disse...

Maravilhosa e verdadosa.
bjo

Cor de Rosa e Carvão disse...

Lidia:
Oi bonita! Bom te ver por aqui. Saudades de ti. E sim, ela é maravilhosa mesmo. Nunca ouvi ninguem dizer que não gosta de Clarice Lispector... É que nem aquela música: "Quem não gosta de samba, bom sujeito não é..." Quem não gosta de Clarice é ruim da cabeça ou doente do pé...

Pimenta:
Oi guria. Sempre objetiva e certeira... Sim, CLarice é maravilhosa e verdadosa. Hehehe. Beijocas e seja sempre bem vinda no Cor de Rosa e Carvão.

Enfil disse...

Ah, eu não concordo. Eu amaria sem exigir que a pessoa me amasse. Amar faz bem, até quando não se é correspondido. Eu já amei a Sophia Loren...e ela nunca me deu bola...

Cor de Rosa e Carvão disse...

Enfil, é que eu sou over. Hehehe. Em tudo querido... E amor platônico não conta! Beijo