Pular para o conteúdo principal

Não consigo evitar...



Minha mãe sabe que sou compulsiva. Ando controlada. Na verdade, desde que moro sozinha, as prioridades são as despesas do lar e pouco sobrar para os luxos. Mas hoje não pude resistir e comprei uma bota Picadilly para mim, de cano médio, na cor marrom e modelo cobra. Bem neutra para poder combinar com os meus vestidos de inverno que encomendei.

Eu sei, eu sei... Uma futura desempregada não pode se dar esses luxos. Mas pense: "Como ei as entrevistas mal vestida? Nem pensar! Tive que investir". E agora não vejo o momento em que tudo ficará prontinho. E sim! Minnhas botas são de salto. Revoluções por minuto...


Acho que ainda é reflexo do silêncio que está em meu peito. Hoje marcam os primeiros dois meses de saudades do meu velhinho. Tudo parece que foi ontem... Um sorriso, um aviso, uma reclamada, uma piada e nada mais. Para aplacar tudo isso, só comprando uma loja inteira por mês, porém, isso - por não poder pagar - ele não gostaria. C'est la vie...

Comentários

VASCODAGAMA disse…
Olá;
Concordo plenamente, andar bem calçada e vestida, é fundamental, pra quem vai a entrevista de emprego;
Tudo vai dar certo....força....

VOU VOLTAR
Anônimo disse…
Ai....sapatos! Como adoooooro...só nesse último mês comprei duas botas (uma ontem) e vários outros sapatos lindos....
Um de meus vícios...
Bjs daRou.
Rorrou, teu nível é o mais alto nessa doença. Hehehe. Eu não dava bola pra eles, mas é um mal necessário. Assim como os brincos, os colares, as pulseiras... até aneis to pondo nessa lista. Hehehe.

Oi minha rapariga favorita. Hehehe. Espero que volte mesmo. Tava meio distante dos comments. Nem se atreva a sumir de novo. Vou melhorar o nível das postagens em tua homenagem. Bjcas
Nanda Assis disse…
aqui num acho botas tão lindas assim n, fico louca com isso!!!

bjosss...

----------------,MMM8&&&.
-------*------MMMM88&&&&&---*
-----------*-MMMM88&&&&&&&
-------------MMM88&&&&&&&&
-------*-----MMM88&&&&&&&&
--------------'MMM88&&&&&&'
-----------------'MMM8&&&' --- *
---------|\___/|-------/\__/\
---------)-------(-------)--~--.( '
--------=\-----/=-----=\----./=
----------)===(---------)-~-(
---------/------\--------/----\
---------|-------|-------)-~---(
--------/--------\------/---~--\
--------\--------/------\~---~-/
_/\__/\_____/_/\_/\__~_/\_/\
Paula Betzold disse…
Oi queridissima, tb sou compulsiva, e te entendo... as vezes gastar com a gente nao é despesa, é investimento...se te fez feliz, que bom!
Quero uma bota tbem...não comprei nenhuma neste inverno...(se bem que o inverno nem começou de verdade..hehe)...
Mandei arrumar a do ano passado, porque a grana tá curta...o jeito é investir em nugets para engraxá-las..hauhauhaua
Mas espera aí...modelo COBRA? como assim?....ano passado tua ria da minha blusa de oncinha...agora compra bota de cobra?...
Se bem que é melhor que aquela do Jaspion que tu tinha..heheheh
b disse…
Pois creia que meu saudoso pai era estilista de calçados e a primeira vez que comprei sapato em loja eu já passava dos 30 e como lembro sempre do que ele dizia eu fico bobona em frente a vitrine e não sei comprar então, vou no que ele dizia ser prioridade - o conforto.
Resultado: só sei comprar "All Star".
Mas admiro uma mulher que sabe comprar e usar os sapatos.
Qto a sua compulsão - todo mundo tem uma, porque na verdade ninguém está tão contente que não precise ao menos fazer uma coleção de chicletes na bolsa.
Melhoras.
Nandoca, quando estiver instalada em Porto Alegre eu te chamo. A fabriqueta é gaúcha e tu vai lavar a égua. Bjocas!

Paula, eu ADOGO investir em mim, só me falta dinheiro. hehehe. Faço o que posso, tchê. Beijo no coração.

Polly, é uma cobra bem discreta. Nem eu sabia disso até ler na caixa o modelito da dita cuja. E não tem nada de parecido com o reptíl, ainda bem. hehehe. E aquela tua blusa de onça era o fim da várzea, tchê. Bjo

B - Adoro All Star!!! Teria toda a coleção. E nem acho o treco confortável. Hehehehe. Vou inaugurar as botijas hoje, bem linda, num níver.
jana disse…
bah esse modelo que vc comprou pela descrição deve ser lindo, kkkk
acho que esse povo da cidade esta influenciando no teu gosto,
cobra, tigre, oncinha a bicharada tah solta por ai
impressionante como um simples comentário vira uma compretição para ver quem compra mais
kkkkkk
abre o olho

Postagens mais visitadas deste blog

Se o queijo mofou está estragado [1]

Errado! E só soube disso uma semana depois de ter posto aproximadamente um quilo de queijo colonial no lixo, cheia de dó no pensamento, no estômago e principalmente nos olhos. Logo eu, que sou como avestruz e como até pedra com pimenta do reino moída na hora [se não for assim eu não gosto].

O fato aconteceu logo que vim de casa, após comemorar meu aniversário com minha família e amigos do peito [Jana, sua jararaca, não se inclua nesse núcleo]. Na bagagem sempre trago vários mimos e a cesta básica patrocinada pelo Araújo. Mas, dessa vez, tinha algo a mais: duas metades de queijo redondo, de diferentes sabores, no estilo colonial.

Depois de uma semana degustando o melhor deles, aquele mais branquinho e molinho, levemente salgado - diria que quase um polenguinho - decidi saborear o outro, mais amarelinho, sequinho e oleoso, com doce de leite. Dez dias a base de queijo e salame e enjoei. Sob orientação da minha mãe, deixei os queijos num pote bem ventilado, a sombra.

Mas a umidade no Flat fo…

Sóis

Sexta-feira de manhã. Não precisei abrir o aplicativo que controla meu ciclo menstrual para saber que estava de TPM. O mau humor era latente e já o percebia insuportável até para mim. E chovia. Muito. Dia perfeito para ficar em casa, hibernando, como costumo definir dias e este estado de espírito. Mas não. Tinha que encontrar um amigo-cliente, que ontem estava sem comunicação via smartphone. Não havia escapatória. Teria que ir.
Fechava assim meu período de pré-aniversário, antecipadamente. Não suportaria mais uma semana. Teria eu mesmo que dar o start em novas energias e começar Setembro com os dois pés direitos.
E hoje, no primeiro dia do mês, ainda cinza e molhado por aqui no Sul do país, um novo sol surgia. Mesmo que ainda de TPM, a virada do mês sopra em mim mudanças. Novos tempos. Renovação.
Fiz a mesma coisa que nos últimos sábados do calendário letivo. Acordei, peguei a mochila gasta e sai respirando o ar úmido e cheio de partículas de vida e possibilidades dentro de mim. E quand…

Nos phones: Todo homem

O sol Manhã de flor e sal E areia no batom Farol Saudades no varal Vermelho, azul, marrom Eu sou Cordão umbilical Pra mim nunca tá bom E o sol Queimando o meu jornal Minha voz, minha luz, meu som

Todo homem precisa de uma mãe
Todo homem precisa de uma mãe

O céu Espuma de maça Barriga, dois irmãos O meu Cabelo, negra lã Nariz e rosto e mãos O mel A prata, o ouro e a rã Cabeça e coração E o céu Se abre de manhã Em abrigo, em colo, em chão

Todo homem precisa de uma mãe
Todo homem precisa de uma mãe