Pular para o conteúdo principal

Miauuuuu...


Me dá uma dor no coração... Meu baby está doente. Ele deve ter sofrido algum acidente, como disse o médico, enquanto fazia seu passeio noturno. Agora ele está aqui em casa, sendo medicado e em observação.

Cada vez que ele precisa fazer xixi ou cocô, levanta-se com dificuldade de sua almofadinha ou do tapete e vai para a caixinha de areia. Ele caminha, quase se arrastando, de tanta dor que sente. O meu gatinho, tão meigo, safado e peludo, deve ficar uma semana nessa agonia.

Daí fico pensando: Porque eu não o prendo em casa? Sempre!!! As pessoas ficam admiradas quando o vêem na rua, saltitando dia e noite. Assim que ele é feliz... Mas seus momentos de prazer dessa vez resultaram em sua tristeza. O médico acredita que ele deve ter sido atropelado, embora isso seja pouco provável devido a agilidade do bichano, ou então, pulado em algum lugar, onde um objeto pesado tenha caído sobre ele, o que é bem comum com gatos.

Mas seja lá o que for, quero meu baby serelépido de volta. Faceiro. Caçando passarinhos e trazendo mickey’s mouse para casa.

Comentários

Barbara disse…
Sei o que é isso sim - sempre tive gatos.
Que São Francisco de Assis traga pro seu amiguinho os anjinhos que cuidam da saúde dos gatinhos - Amén.
Lidia Ferreira disse…
Minha querida espero que ele melhore , eu vi seu comentário na Elaine , e achei o nome do seu blog muito legal então vim te fazer uma visita e acabei adorando tudo que vi , vc esta de parabéns seus texto são ótimos
bjs
Elaine disse…
Elaine,
Nem preciso dizer o quanto me aperta o coração saber que o Shazam está sofrendo...
Lamento muito mesmo, e desejo do fundo do coração que ele melhore.
Sei que ele gosta da liberdade, mas pense na possibilidade de mantê-lo em casa. Deus me livre se ele for atropelado...
Cuide dele e ele cuida de ti, não é assim?
Beijos e obrigada por suas palavras de força.
Nanda Assis disse…
tadinho, espero q ele melhore logo, ele deve ter comigo algum rato estragado rs logo logo sara.

bjosss...
Se Deus quiser, amiga! Também desejo melhoras. Que lindão esse Shazan! É persa?
Amo gatos, já tive muitos e perdi muitos em situações trágicas... alguns atropelados, e teve uma, que até hoje lembro, que numa separação entre minha mãe e meu padrasto, no dia da nossa partida do sítio, se embrenhou no pomar e de lá saiu para a floresta e nunca mais a vimos. Se chamava Josephina, e inclusive pariu filhotinhos na minha cama (que ousadia!) uma vez, para a raiva de minha mãe e meu orgulho geral... Mas depois, quando voltei pra procurá-la, foi em vão. Acho que foi tristeza.
Gatos parecem ser avessos aos nossos carinhos, mas acho que, ao contrário dos cães, preferem disfarçar, para serem mais admirados, pois o mistério atrai, né...
Beijos amiga, e que o Shazan fico logo como sempre foi.
PS.: eu no teu lugar também não o prenderia em casa. Acho que seria traumático para ele.
JANA disse…
NEGA
TO NO SERVIÇO
TE MANDANDO UM ALO
KKKKKKKKKKKKKK
JANA disse…
NEGA
TO NO SERVIÇO
TE MANDANDO UM ALO
KKKKKKKKKKKKKK
jana disse…
nega posso saber pq não atendeu o celu?
sua louca, atualiza esse blog. agora só tenho o domingo para saber das novidades. ontem mandei um alô rápido, kkkk
to com peninha do sha.
amo gatos
aqui em casa tem duas para o sha dar um créu...
pensando melhor tem uma só. a "polaca" ja esta com + de 15 anos, cega....
mas tem aquela negra "fiadaputa" que se chama malafaia (pq achei q fosse macho).
traga ele a POA e resolvemos esse problema.
kkkkkkkk
acho que não vou poder encontrar vc esse ano. como eu ja disse trabalho sábado, domingo e feriado.
tenho o teu presente de niver. como são 2 ja ficam para o natal também.
kkkkkkkkkkkk
tenho uma folga na semana. podemos curtir o tempo free do atenas. afinal, nesse dia vou querer "namorar" muito.
eu levo vc sem problemas, vamos nos divertir.
kkkkkkkkkkkk
saudades
já passou....
ou não
bjs
Salve !
Navegando pela grande rede sem rumo com a intenção de divulgar o meu blog cheguei até você e gostei do que vi. No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da telinha está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar um pouco mais de cuidado, mas em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em
http://www.silnunesprof.blogspot.com
Eu como professora e pesquisadora acredito num mundo melhor através do exercício da leitura, da reflexão e enquanto eu existir, vou lutar para que os meus ideiais não se percam. Pois o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos é o afeto e uma boa educação. Isso faz com que ela acredite na própria capacidade, seja feliz e tenha um preparo melhor para lidar com as dificuldades da vida. Com amor, toda criança será confiante e segura como um rei, não se violentará para agradar os outros e será afinada com o próprio eixo. E se transformará num adulto bem resolvido, porque a lembrança da infância terá deixado nela a dimensão da importância que ela tem.
VAMOS TODOS JUNTOS PELA EDUCAÇÃO, NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR !
Se achar a minha proposta coerente, siga-me nessa luta por um mundo melhor. Peço que ao responder deixar sempre o link do blog, pois vez por outra o comentário entra com o link desabilitado ou como anônimo. Por causa disso fico sem ter como responder as pessoas.Os meus comentários também entram via e-mail, pois nem sempre a minha conexão me permite abrir as páginas: moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, creio que mais alto que as antenas, com isso a minha dificuldade de sinal do 3G. Espero queentenda quando não puder visitá-lo.
Daqui onde estou, os únicos sons que escuto aqui é o dos pássaros, grilos, micos., caipora, saci pererê, a pisadeira, matintapereira ... e outras personagens que vivem pela mata.
Por hoje fico por aqui, já escrevi demais. Espero nos tornarmos bons amigos.
Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre.
Saudações Florestais !
Silvana Nunes.'.
mangapinto disse…
O gato lindo, o gato faceiro, um pouco arteiro, há de se curar...

abraços

Mangarosa

Postagens mais visitadas deste blog

Se o queijo mofou está estragado [1]

Errado! E só soube disso uma semana depois de ter posto aproximadamente um quilo de queijo colonial no lixo, cheia de dó no pensamento, no estômago e principalmente nos olhos. Logo eu, que sou como avestruz e como até pedra com pimenta do reino moída na hora [se não for assim eu não gosto].

O fato aconteceu logo que vim de casa, após comemorar meu aniversário com minha família e amigos do peito [Jana, sua jararaca, não se inclua nesse núcleo]. Na bagagem sempre trago vários mimos e a cesta básica patrocinada pelo Araújo. Mas, dessa vez, tinha algo a mais: duas metades de queijo redondo, de diferentes sabores, no estilo colonial.

Depois de uma semana degustando o melhor deles, aquele mais branquinho e molinho, levemente salgado - diria que quase um polenguinho - decidi saborear o outro, mais amarelinho, sequinho e oleoso, com doce de leite. Dez dias a base de queijo e salame e enjoei. Sob orientação da minha mãe, deixei os queijos num pote bem ventilado, a sombra.

Mas a umidade no Flat fo…

Sóis

Sexta-feira de manhã. Não precisei abrir o aplicativo que controla meu ciclo menstrual para saber que estava de TPM. O mau humor era latente e já o percebia insuportável até para mim. E chovia. Muito. Dia perfeito para ficar em casa, hibernando, como costumo definir dias e este estado de espírito. Mas não. Tinha que encontrar um amigo-cliente, que ontem estava sem comunicação via smartphone. Não havia escapatória. Teria que ir.
Fechava assim meu período de pré-aniversário, antecipadamente. Não suportaria mais uma semana. Teria eu mesmo que dar o start em novas energias e começar Setembro com os dois pés direitos.
E hoje, no primeiro dia do mês, ainda cinza e molhado por aqui no Sul do país, um novo sol surgia. Mesmo que ainda de TPM, a virada do mês sopra em mim mudanças. Novos tempos. Renovação.
Fiz a mesma coisa que nos últimos sábados do calendário letivo. Acordei, peguei a mochila gasta e sai respirando o ar úmido e cheio de partículas de vida e possibilidades dentro de mim. E quand…

Nos phones: Todo homem

O sol Manhã de flor e sal E areia no batom Farol Saudades no varal Vermelho, azul, marrom Eu sou Cordão umbilical Pra mim nunca tá bom E o sol Queimando o meu jornal Minha voz, minha luz, meu som

Todo homem precisa de uma mãe
Todo homem precisa de uma mãe

O céu Espuma de maça Barriga, dois irmãos O meu Cabelo, negra lã Nariz e rosto e mãos O mel A prata, o ouro e a rã Cabeça e coração E o céu Se abre de manhã Em abrigo, em colo, em chão

Todo homem precisa de uma mãe
Todo homem precisa de uma mãe