Pular para o conteúdo principal

Nêga - Sem Fronteiras!


Quando eu menos posso pensar em consumir é o que mais faço. Nos últimos dias, mesmo sem dinheiro, penso em comprar, comprar, comprar e comer chocolate, claro. É a minha ansiedade em relação a minha crise financeira sem fim que me faz querer gastar ainda mais e ainda comer delícias a base de cacau.

Pois então, meu primeiro ato de consumo é em relação aos vícios. E tenho vários deles. Como sabem o cacau é um deles e depois de um surto no supermercado onde comprei um 1 kg de chocolate Garoto em moedas, cheguei em casa e quando as compras chegaram eu fui direto no pacote, saborear minha última aquisição. Chocolate hidrogenado, erc! Depois de uma semana, voltei ao mesmo supermercado para e comprei mais 1 kg de chocolate Garoto, mas desta vez ao leite, para misturar o ruim.

Nem pensar em jogar fora o outro só porque comprei enganado. Uma misturinha cairia muito bem e foi o que aconteceu com o Bolo Ovo de Páscoa. Se tivesse desenformado corretamente tinha sido 100% delícia.

Com chocolate em casa e o problema financeiro não resolvido, veio o outro vício me tomar o desejo. Hidratantes para o corpo, cremes para as mãos e rosto. Sim! Sou viciada em cremes de mãos e hidratantes ou óleos corporais. E como o inverno está se aproximando, nada cai melhor para a pele do rosto do que um creminho Nívea.

Com ele, não há Minuano que resseque a pele e a rache de frio. Mas, como não poderia investir o parco dinheiro da poupança em produtos que deixam a pele macia, saudável e cheirosa, me contive e comprei um óleo bifásico da Davene. Dos três aromas comprei o Natural, embora quisesse o de Uva e de pétalas de rosas também, para variar ou apenas deixar na mochila da natação e outro no banheiro e um reserva no armário do banheiro. Então, apenas um me manteve calma por uma semana, enquanto pensava em voltar a Farmácia do Sesi e adquirir aquele creminho para o rosto. Mas não...

Depois de feliz com a pele macia e gostosa, as lumbrigas alimentadas retomei um desejo antigo: meu aparelho celular com câmera (ainda mais agora que perdi minha câmera fotográfica), com blue sei lá do que, memória sem fim e tal. Só que agora, meu surto tecnológico está turbinado. Preciso muito, mas muito mesmo, de uma internet sem fio. Digo, de internet móvel. Além do celular, que já sei como irei comprar, quero um modem da TIM, para poder escrever minhas matérias, postar nos vário blogues que mantenho e ainda vadiar na net, aonde bem entender. Ah, e a melhor parte, ficar livre da internet a rádio, com 115 kbts que me concedem e insistem em chamar de banda larga. Hehehehe. Que piada!


Aguardem! Em breve, em qualquer lugar, você estará com a Nêga, conectada... Hua Hua Hua Hua!(Sim, o computador da Dell também está na lista, mas bem mais no futurao) Ãh... Dívidas? Ah, que detalhe!

Comentários

Nanda Assis disse…
ê nêga chic gente!!!!
meu irmão tem um tim deste e é massa, qndo ele viaja pra cá o troço funciona mesmo rsrs.
nem me fala em chocolate, pq a geladeira ainda ta cheia dos da páscoa, e por mais que eu como num acaba nunca!!!

bjosss...
EU MESMO DISSE disse…
Que bobinha! Essa internete de modem da tim brasil tecom vivo etc é mais lenta que a conexao discada. eh rapida so no 3G, que ainda vai demorar chegar aqui. bitoca do sumido.
Uai guria, preciso visitar a fazenda e atacar a tua geladeira... Sou doida por essas coisas (chocolates, pastéis, celular e internet, que diliças!)

Eu Mesmo Disse... Quem diria que um dia voltarias aqui. Hum... Oh, sei bem que o sistema ainda não é ágil na nossa desenvolvida cidade (adoro uma provocaçãozinha), mas mas rápido que linha discada é sim.
jana disse…
he he he
aqui em casa tem computador da dell, internet móvel da vivo (ela funciona com um chip, pode ser usada para internet ou para o celu)
ja teclei com vc no msn bem sentada no meu "trono" e vc nem sonhou com isso
bjs
ha ha ha
Morri de inveja agora Jana... Hehehe
RosanaK disse…
Hihihihihi...
menina, troquei de celular neste fim de semana...a claro me fez uma super oferta, e eu não podia deixar de adquirir, por 14 reais (sim, 14 reais), meu lg cookie, todo lindão, com uma tela enorme...e sem botões..daqueles "toutiscrim"...rsrsrsrsrsrs!
Te mostro no almoço!!!!
Vou fazer agora um post sobre os meus devaneios consumistas também!!!!
EU MESMO DISSE disse…
Então tah! Compra um e depois me fala se naum eh mais lento que a discada... teimosa!

Postagens mais visitadas deste blog

Se o queijo mofou está estragado [1]

Errado! E só soube disso uma semana depois de ter posto aproximadamente um quilo de queijo colonial no lixo, cheia de dó no pensamento, no estômago e principalmente nos olhos. Logo eu, que sou como avestruz e como até pedra com pimenta do reino moída na hora [se não for assim eu não gosto].

O fato aconteceu logo que vim de casa, após comemorar meu aniversário com minha família e amigos do peito [Jana, sua jararaca, não se inclua nesse núcleo]. Na bagagem sempre trago vários mimos e a cesta básica patrocinada pelo Araújo. Mas, dessa vez, tinha algo a mais: duas metades de queijo redondo, de diferentes sabores, no estilo colonial.

Depois de uma semana degustando o melhor deles, aquele mais branquinho e molinho, levemente salgado - diria que quase um polenguinho - decidi saborear o outro, mais amarelinho, sequinho e oleoso, com doce de leite. Dez dias a base de queijo e salame e enjoei. Sob orientação da minha mãe, deixei os queijos num pote bem ventilado, a sombra.

Mas a umidade no Flat fo…

Sóis

Sexta-feira de manhã. Não precisei abrir o aplicativo que controla meu ciclo menstrual para saber que estava de TPM. O mau humor era latente e já o percebia insuportável até para mim. E chovia. Muito. Dia perfeito para ficar em casa, hibernando, como costumo definir dias e este estado de espírito. Mas não. Tinha que encontrar um amigo-cliente, que ontem estava sem comunicação via smartphone. Não havia escapatória. Teria que ir.
Fechava assim meu período de pré-aniversário, antecipadamente. Não suportaria mais uma semana. Teria eu mesmo que dar o start em novas energias e começar Setembro com os dois pés direitos.
E hoje, no primeiro dia do mês, ainda cinza e molhado por aqui no Sul do país, um novo sol surgia. Mesmo que ainda de TPM, a virada do mês sopra em mim mudanças. Novos tempos. Renovação.
Fiz a mesma coisa que nos últimos sábados do calendário letivo. Acordei, peguei a mochila gasta e sai respirando o ar úmido e cheio de partículas de vida e possibilidades dentro de mim. E quand…

Nos phones: Todo homem

O sol Manhã de flor e sal E areia no batom Farol Saudades no varal Vermelho, azul, marrom Eu sou Cordão umbilical Pra mim nunca tá bom E o sol Queimando o meu jornal Minha voz, minha luz, meu som

Todo homem precisa de uma mãe
Todo homem precisa de uma mãe

O céu Espuma de maça Barriga, dois irmãos O meu Cabelo, negra lã Nariz e rosto e mãos O mel A prata, o ouro e a rã Cabeça e coração E o céu Se abre de manhã Em abrigo, em colo, em chão

Todo homem precisa de uma mãe
Todo homem precisa de uma mãe