Pular para o conteúdo principal

A fila anda...



Esse post vai fazer algumas pessoas vibrarem, outras amarem e outras não estarem nem aí. Na verdade, de certeza mesmo, só a minha amiga Jana e o seu namorado Pepe que vão amar a novidade. Então vamos lá...

Há alguns dias eu venho me sentindo mais leve. Tenho pensado bem menos e fantasiado quase nada. Estou perdendo o foco naquele em que muitas vezes foi a “razão do meu afeto”. Já não sinto tanta saudade ou quem sabe nenhuma, não há mais fetiche, nem tesão. Não há mais defesas das imperfeições, nem fascínio. Não há tristeza nem alegrias.

O olhar já não busca sua imagem em lugar nenhum. Agora se estiver está. Se não tiver tanto faz. Agora a única falta que tenho é de alguém para amar, pois daquele amor de ontem, de antes, já não há. Desamei!

A Polly pensa que pus outro no lugar já, mas não. Tava tão preocupada em amar um amor unilateral e ao mesmo tempo me distrair dele, que tudo foi saindo sem sentir e ainda estou sem ninguém para investir. Ainda tenho dúvidas dessa liberdade, mas está tudo diferente em minhas sensações e sentimentos que quase nem lembro do que já existiu e do que um dia senti. A única coisa que sei é que “já não tenho mais um abrir de olhos no amanhecer”.

Ufa! Resta agora ver a fila andar. Próximo, plis!

Comentários

Nanda Assis disse…
carnaval faz bem mesmo. ainda mais depois de ver aquelas fotos com lindos sorrisos.

bjosss...
jana FELIZ COM A NEGA disse…
EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
VIVAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
IPIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
URRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
ERAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
OBAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
(esta escutando o barulho dos fogos que estou jogando?)
assim é que se fala
bola pra frente que a fila anda (e muito).
vem para poa que eu deixo vc dar uns pegas no PP para comemorar.
obs 1: o PP não é meu namorado, é meu marido, ESQUECEU?
obs 2: eu li o livro em uma semana, achei que vc ja tivesse lido, he he he. se não tivesse com a agenda muiiiiiito ocupada com carnaval, chocolate, vinho, ceva, rolhadas, canos e chaves inglesa teria lido tbm.
ha ha ha
bjs meu e do PP
Jana, eu sabia... eu sabia... hehehe.
Silvia Palma disse…
hehehe...quero ver até quando dura isso..hehe não acho que já achou substituto não...acho que vc na verdade voltou a se sentir desejada, valorizada e isso, por sí só, já te faz ver que "aquilo" era muito pouco....

Até que tenha luz a cano para arrumar aqui eu agarantio..como diria seu creysson..hehe
jana que contou tudo para o PP(he he he) disse…
o pp disse que vc arranjou um mangueirão e que antes vc tomava banho na torneirinha....
he he he
RosanaK disse…
Uau...torneirão, mangueirinha...que papo séxiiiii...rsrsrsrsrs!

Eu acho que a fila já tá andando, ainda mais com vc pegando no câmbio do rapaz e trocando marcha ontem!!!!
o casalqseama* disse…
que delícia de liberdade... coração tá leve!

bom d+!



amei a declaração que fizestes a tua mamãe!

bjão da fÊ =D
Silvia palma disse…
Jana, isso não siginifica nada para ela...vai de torneirinha, a mangueirão , hidrante..o negócio é ter onde tomar banho e trocar a marcha..hehe...hehe
Silvia palma disse…
Jana, isso não siginifica nada para ela...vai de torneirinha, a mangueirão , hidrante..o negócio é ter onde tomar banho e trocar a marcha..hehe...hehe
Suas bagaceiras... Eu gosto de regar minha plantinha, oras! Hahaha. E sim, tanto faz o tamanho do "hidrante", desde que tenha pressão, mas antes um gde bobalhão que um pequeno brincalhão, já aviso. hahaha.

Rou, tu é foda guria. hahaha. Eu fui só de primeira...

Menina Fê, minha mamãe é a mais maravilhosa de todas as mães que eu já tive. Ou seja, ela é única e insubstituível. Qq coisa que faça pra ela é pouco.

Bjo povos.
Os Sedentos disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Os Sedentos disse…
Nossssa parece que você consegui se livrar de um fardo do tamanho do universo! Ainda bem. Um amor não correspondido é terrível, um câncer, perdemos a razão, somos consumido por um mal criado pela nossa imaginação. Mas quem manda no próprio coração? Como controlar os sentimentos? Eu não sei se alguém sabe me ensine por favor. Mas eu optei por uma lei da física, que diz o seguinte: Dois corpos não pode ocupar o mesmo lugar no espaço simultaneamente. Hoje me considero mui realizado, pois Deus com sua onisciência me deu um amor para me satisfazer. E eu estou na arquibancada da sua vida torcendo por ti. Como se diz, sempre há um chinelo velho para um pé descalço. Um super abraço.

Postagens mais visitadas deste blog

Se o queijo mofou está estragado [1]

Errado! E só soube disso uma semana depois de ter posto aproximadamente um quilo de queijo colonial no lixo, cheia de dó no pensamento, no estômago e principalmente nos olhos. Logo eu, que sou como avestruz e como até pedra com pimenta do reino moída na hora [se não for assim eu não gosto].

O fato aconteceu logo que vim de casa, após comemorar meu aniversário com minha família e amigos do peito [Jana, sua jararaca, não se inclua nesse núcleo]. Na bagagem sempre trago vários mimos e a cesta básica patrocinada pelo Araújo. Mas, dessa vez, tinha algo a mais: duas metades de queijo redondo, de diferentes sabores, no estilo colonial.

Depois de uma semana degustando o melhor deles, aquele mais branquinho e molinho, levemente salgado - diria que quase um polenguinho - decidi saborear o outro, mais amarelinho, sequinho e oleoso, com doce de leite. Dez dias a base de queijo e salame e enjoei. Sob orientação da minha mãe, deixei os queijos num pote bem ventilado, a sombra.

Mas a umidade no Flat fo…

Sóis

Sexta-feira de manhã. Não precisei abrir o aplicativo que controla meu ciclo menstrual para saber que estava de TPM. O mau humor era latente e já o percebia insuportável até para mim. E chovia. Muito. Dia perfeito para ficar em casa, hibernando, como costumo definir dias e este estado de espírito. Mas não. Tinha que encontrar um amigo-cliente, que ontem estava sem comunicação via smartphone. Não havia escapatória. Teria que ir.
Fechava assim meu período de pré-aniversário, antecipadamente. Não suportaria mais uma semana. Teria eu mesmo que dar o start em novas energias e começar Setembro com os dois pés direitos.
E hoje, no primeiro dia do mês, ainda cinza e molhado por aqui no Sul do país, um novo sol surgia. Mesmo que ainda de TPM, a virada do mês sopra em mim mudanças. Novos tempos. Renovação.
Fiz a mesma coisa que nos últimos sábados do calendário letivo. Acordei, peguei a mochila gasta e sai respirando o ar úmido e cheio de partículas de vida e possibilidades dentro de mim. E quand…

Nos phones: Todo homem

O sol Manhã de flor e sal E areia no batom Farol Saudades no varal Vermelho, azul, marrom Eu sou Cordão umbilical Pra mim nunca tá bom E o sol Queimando o meu jornal Minha voz, minha luz, meu som

Todo homem precisa de uma mãe
Todo homem precisa de uma mãe

O céu Espuma de maça Barriga, dois irmãos O meu Cabelo, negra lã Nariz e rosto e mãos O mel A prata, o ouro e a rã Cabeça e coração E o céu Se abre de manhã Em abrigo, em colo, em chão

Todo homem precisa de uma mãe
Todo homem precisa de uma mãe